Licença-paternidade é ampliada e passa de 5 para 20 dias

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja quem tem direito a este novo benefício da ampliação da licença-maternidade

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (8), sem vetos, a lei que cria a Política Nacional Integrada para a Primeira Infância e que permite, entre outros pontos, que as empresas possam ampliar de 5 para 20 dias a duração da licença-paternidade.

O texto foi aprovado pelo Senado no início do mês passado e já havia tramitado na Câmara dos Deputados. Com a sanção, a lei entra em vigor.

Cadastre-se

Conforme o texto, a licença paternidade poderá ter mais 15 dias, além dos cinco já estabelecidos por lei, para os funcionários das empresas que fazem parte do Programa Empresa Cidadã. A prorrogação da licença também valerá para os empregados que adotarem crianças.

O Programa Empresa Cidadã, regulamentado pelo governo em 2010, possibilita a ampliação do prazo da licença-maternidade das trabalhadoras do setor privado de quatro meses para até seis meses.

Esse programa permite que a empresa deduza de impostos federais o total da remuneração integral da funcionária. Saiba mais sobre direitos das gestantes e mães aqui.

Veja mais

licenca-maternidade1
recuperaca-parto1
mãe-significa-bebe
Licença-paternidade os direitos dos pais

Deixe uma resposta

Comentários