Cientista faz descoberta que pode mudar pra sempre forma como bebê é vacinado

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

Se os resultados do estudo continuarem positivos, os bebês passarão a receber diversas vacinas quando são recém-nascidos

Todos os papais e mamães de bebês sabem: recém-nascidos possuem um sistema imunológico bem fraco, por isso, é preciso tomar todos os cuidados para evitar que o pequeno contraia qualquer doença. E os recém-nascidos também não podem tomar boa parte das vacinas devido ao seu sistema imunológico fraco.

Mas, uma nova descoberta do Boston Children’s Hospital pode mudar esta realidade. Após algumas alterações nas vacinas, adicionando compostos que estimulam a resposta imune e até reduzem os efeitos colaterais, os pesquisadores conseguiram vacinar com sucesso filhotes de animais recém-nascidos.

Links Patrocinados

Isto significa que em breve, após mais alguns estudos, os bebês recém-nascidos poderão tomar uma série de vacinas que hoje em dia só são dadas com eles maiores. “Nossas pesquisas sobre o sistema imunológico dos recém-nascidos nos permitiu descobrir uma maneira de protegê-los o quanto antes contra doenças infecciosas que podem colocar sua vida em risco, como o vírus sincial respiratório (VRS)”, disse o autor do estudo Ofer Levy, PhD e diretor do Precision Vaccines Program in Boston Children’s Hospital’s Division of Infectious Diseases.

Os pesquisadores também notaram que em muitos casos, vacinas que hoje precisam ser dadas em duas ou três doses, poderão ser dadas em uma dose única quando o bebê ainda é recém-nascido.

Links Patrocinados

Caso os pesquisadores tenham sucesso com as vacinas para recém-nascidos, isto poderá salvar a vida de milhares de bebês em todo o mundo!

Veja mais

Os primeiros sintomas do autismo podem aparecer logo após o nascimento do bebêShutterstock

Comentários

Links Patrocinados