Bebê é abandonada em ‘roda dos enjeitados moderna’

Por: Bruna Romanini

bebê deixado em caixa

Foto: Reprodução Safe Haven Baby Boxes

A Safe Haven Baby Box foi criada nos Estados Unidos após muitos bebês serem abandonados em hospitais e postos dos bombeiros

Pela segunda vez em cinco meses, um bebê foi deixado na Safe Haven Baby Box do posto de bombeiros da cidade de Michigan City nos Estados Unidos. A Safe Haven Baby Box consiste em diversas caixas climatizadas que ficam localizadas em postos de bombeiros nos Estados Unidos.

Elas foram criadas pela bombeira Monica Kelsey, que foi abandonada quando era bebê. Ela decidiu criar estas caixas após observar que muitos bebês estavam sendo abandonados na frente de hospitais e postos de bombeiros. Contudo, estes bebês eram colocados em risco, pois as pessoas poderiam demorar para perceber que eles estavam lá e alguns pequenos inclusive acabaram morrendo de frio.


Cadastre-se

Diante disso, Monica criou em 2015 as Safe Haven Baby Boxes. Estas caixas ficam em frente a diversos postos de bombeiros. Elas são climatizadas, ou seja, ficam mais quentes em dias frios e mais fresquinhas nos dias quentes. Além disso, elas contam com um sistema de alarme que avisa os bombeiros quando um bebê é colocado no local. Pessoas que deixam os bebês nestas caixas têm sua identidade mantida em sigilo e não sofrem nenhum tipo de punição do Estado.

Desta vez, a bebê foi deixada na caixa no dia 8 de abril e os bombeiros receberam a notificação e a resgataram um minuto após ela ser deixada no local. A bebê está saudável e de acordo com o Conselho Tutelar do estado de Indiana, a pequena está em segurança.

Uma outra bebê já havia sido encontrada na mesma caixa no dia 7 de novembro de 2017. Esta pequena também está saudável e passa bem.

Se esta história de caixas onde bebês são abandonados não te parece estranha, provavelmente é porque você se lembrou da “roda dos enjeitados” ou “roda dos expostos”. No Brasil de 1726 até 1950 existiram diversas “rodas dos enjeitados”. Elas consistiam em dispositivos formados por caixas duplas de formato cilíndrico e ficavam nos muros de instituições de caridade.

A janela da caixa ficava aberta para o lado externo e um espaço dentro da caixa recebia a criança após rodar o cilindro. Também havia um sino do lado de fora para que a pessoa que deixasse o bebê pudesse alertar quem estava dentro da instituição sobre a chegada do pequeno. Foi na cidade de São Paulo que a “roda dos enjeitados” durou mais tempo, funcionando de 1825 a 1950. Durante este período ela acolheu 4580 bebês!

Fontes consultada:

Time

Safe Haven Baby Boxes

Santa Casa de São Paulo

Foto: A Safe Haven Baby Box onde a bebê foi deixada

Foto: Reprodução Safe Haven Baby Boxes – Exemplo de como é uma caixa Safe Haven Baby Box

Foto: Reprodução Safe Haven Baby Boxes – Exemplo de como é uma caixa Safe Haven Baby Box

Foto: Reprodução Safe Haven Baby Boxes – Monica Kelsey, a criadora destas caixas, foi abandonada quando era um bebê

Foto: Reprodução Santa Casa de São Paulo – A Roda dos Enjeitados que ficava na cidade de São Paulo

Veja mais

debora nascimento jose loreto
thyane dantas wesley safadão
Rodrigo Santoro

Deixe uma resposta

Comentários