Bebê fica com grave queimadura após 1 erro ao usar protetor solar

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução DailyMail

Em um dia nublado, a mãe Alex Dodds se esqueceu de reaplicar o protetor solar em seu bebê e ele ficou com graves queimaduras

A mãe Alex Dodds decidiu alertar outras mães após o que ocorreu com seu bebê Jacob. Alex levou seu bebê a praia e passou protetor solar nele. Porém, ela se esqueceu de reaplicar o protetor solar e como estava bem nublado, quase sem sol, ela achou que não havia problemas. Além disso, o pequeno Jacob parecia estar bem.

Quando voltou para casa, Alex notou que o rostinho do seu filho estava um pouco vermelhinho, mas nada demais.  Somente no dia seguinte foi possível ver as queimaduras.


Cadastre-se

O bebê ficou com bolhas embaixo dos olhos e do nariz. “Eu só quis sentar e chorar quando eu descobri. Me senti tão culpada com o que aconteceu”, desabafou Alex em entrevista ao jornal britânico The Sun.

Felizmente, o pequeno Jacob se recuperou completamente das queimaduras e agora está bem. Após o ocorrido, Alex considera importante contar sua história para que todas as mães saibam a importância de reaplicar o protetor solar, mesmo nos dias nublados.

Protetor solar e bebê

Até os seis meses de vida os bebês não devem usar o protetor solar. Isto porque nesta fase a pele do bebê é fina, sensível e permeável e por isso há o risco de intoxicação pelas substâncias que compõe os filtros solares. Portanto, nesta fase opte pelo uso de roupas como chapéus e camisetas e evite expor seu bebê ao sol entre às 10:00 e 16:00.

Após os seis meses do seu bebê, o protetor solar pode ser utilizado. Prefira os protetores solares de amplo espectro, ou seja, que protegem contra a radiação UVB, mas também contra a UVA. E também escolha um protetor que tenha FSP maior do que 15. Evite protetores solares que também tenham repelentes, isto porque os protetores solares precisam ser reaplicados constantemente e o repelente não. “A orientação é passar o filtro solar a cada 2 ou 3 horas sem uso excessivo”, afirma a pediatra Denise Bedoni, do Hospital Leforte.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários