Como o calor afeta o bebê e o que fazer para protegê-lo

Por: Bruna Romanini

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Foto: Getty Images

Os bebês podem sofrer mais com o calor do que os adultos, entenda o motivo

O calor afeta os bebês de uma maneira diferente dos adultos. Isto porque corpo do bebê não se adapta tão bem às mudanças na temperatura. Bebês suam menos, o que reduz a habilidade deles de esfriar o corpo em um dia quente, assim eles correm maior risco de ficar com a temperatura corporal muito elevada e acabarem desenvolvendo algum problema relacionado ao calor.

Para proteger seu bebê dos problemas do calor você pode ter alguns cuidados especiais. Vista seu pequeno com roupas leves de algodão e com cores claras. Evite expor o pequeno ao sol entre 10:00 e 16:00, nestes horários a radiação solar é mais perigosa. Também procure manter seu bebê bem hidratado, aumentando a frequência da amamentação.

Cadastre-se

Caso seu pequeno tenha mais de seis meses, a água pode ser oferecida, mas é preciso ter alguns cuidados. Isto porque beber muita água pode reduzir os níveis normais de sódio do bebê e isto pode levar a um quadro chamado de intoxicação por água em bebês. Ao diminuir os níveis de sódio, esse excesso de água pode causar problemas graves nos bebês como: convulsões, coma, danos cerebrais e até mesmo a morte.

A água só deve ser oferecida para os bebês maiores de seis meses se a mãe perceber que o bebê está com sede mesmo após mamar. Ela pode oferecer água ao pequeno, mas no máximo entre 60 e 88 ml por vez. E esta quantidade de água só deve ser oferecida após o bebê ter ingerido leite materno ou fórmula e demonstrar estar satisfeito. Saiba mais sobre intoxicação por água aqui.

Os sinais que o bebê dá de que está sofrendo com o calor são:

  • Bebê parece não estar passando bem e fica mais irritado do que o normal;
  • Bebê fica pálido e com a pele úmida;
  • Bebê fica mais sonolento e molinho;
  • Bebê faz menos xixi do que o normal;
  • Urina o bebê fica mais escura do que o normal;
  • Bebês podem não querer mamar no verão, devido ao contato pele a pele que pode tornar tudo ainda mais quente, neste caso tente colocar uma toalha entre vocês na hora da amamentação;
  • Boca seca;
  • Sede intensa;
  • Moleira funda.

Caso você veja algum dos sintomas acima em seu bebê é importante hidrata-lo com leite materno ou fórmula, colocá-lo em local mais fresco e leva-lo ao hospital.

Fonte consultada:

Academia Americana de Pediatria

Ministério da Saúde do Governo da Austrália

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários