Estudo: cuidado de quase todos pais quando bebê chora causa problemas

Por: Bruna Romanini



Foto: Reprodução

De acordo com o estudo, dar o peito ou a fórmula diante de todo e qualquer choro do bebê pode causar problemas

Uma pesquisa publicada na revista científica Bio Med Pediatrics descobriu que é preciso prestar maior atenção ao que está causando o choro do bebê e ao jeito de agir diante de cada choro do pequeno.

Segundo os pesquisadores, o hábito muito comum entre mães e pais de dar o peito ou a fórmula diante de todo e qualquer choro do bebê aumenta o risco de sobrepeso e obesidade entre os pequenos e também prejudica o sono.

Cadastre-se

Ainda de acordo com a pesquisa, isto também poderia afetar a maneira como os pequenos lidam com as emoções. “A habilidade normal do bebê de regular suas emoções fica anulada quando o alimento é a única maneira de acalmá-lo. E isto acaba se projetando mais tarde na vida, quando a pessoa fica triste ou deprimida, a comida se torna o mecanismo para acalmar suas emoções”, afirma o pediatra e autor do estudo Dr. Ian Paul, professor de pediatria e saúde pública da Universidade Estadual da Pensilvânia, Estados Unidos.

Diante disso, os autores do estudo acreditam que antes de oferecer o peito ou fórmula é importante que os pais busquem entender primeiro se a causa do choro do pequeno REALMENTE é fome.

Afinal, existem uma série de outros motivos pelos quais o bebê pode chorar, como fralda suja, cólicas, etc. E diante de cada um desses motivos, existe uma forma diferente de acalmar o bebê.

Para te ajudar, saiba que o choro causado pela fome possui algumas características muito especificas. “Por vezes inicia-se com um choro leve que para e recomeça e vai evoluindo para um choro mais intenso se não atendido”, explica o pediatra Benjamin Roitman, membro da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul.

Já quando seu bebê chora por carência, ele se acalma com o simples fato de estar no colo dos pais, sem necessidade de alimentação. O choro de dor costuma ser mais forte e constante desde o início.

Saiba mais sobre como diferenciar cada choro do bebê aqui. E veja dicas de como acalmar seu bebê aqui.

Veja mais

Comentários





Veja mais