‘Minha bebê pegou uma bactéria que come carne humana por 1 erro comum’

Por: Bruna Romanini



Foto: Reprodução Arquivo Pessoal

Veja a seguir o alerta de uma mãe após sua filha de três anos quase perder a vida por causa de uma bactéria que come carne humana

A mãe americana Lisa Larson Kestler decidiu contar sua história para alertar outros pais e mães. Ocorre que sua bebê de apenas três anos quase perdeu a vida após contrair uma bactéria que come carne humana. O caso ocorreu no ano passado.

A doença das bactérias devoradoras de carne ocorre quando bactérias entram no corpo por uma ruptura na pele e a condição se espalha rapidamente.

Cadastre-se

No caso da filha de Lisa, a bactéria entrou no organismo na menina quando ela sofreu um pequeno corte no supercílio. “Nós a levamos para a emergência imediatamente e lá ela levou pontos, mas não deram nenhum antibiótico”, recorda-se Lisa em post feito nas redes sociais.

Depois de 24 horas a condição da menina piorou. “Nós a levamos de volta para o pronto-socorro porque o inchaço aumentou muito. Nos disseram que era por causa do trauma e fomos liberados”, contou Lisa.

Porém, após mais 12 horas, a pequena apresentou febre alta. “E o olho dela inchou tanto que até fechou. Nós a levamos novamente para o hospital e ela foi internada na hora. Ela estava com a bactéria que come carne humana”, afirmou Lisa.

A pequena ficou internada por uma semana, tomando altas doses de antibióticos na veia. “Ela também fez tomografias para garantir que a bactéria não tinha atingido seu cérebro! Nós tivemos sorte de pegar a infecção logo, se não nossa filha não estaria mais aqui”, conclui Lisa.

Além da febre, outros sintomas da bactéria devoradora de carne são: bolhas, fadiga, dor na ferida pior do que o esperado e inchaço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Veja mais

Comentários





Veja mais