Os itens de bebê que não são necessários

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja a seguir os itens de bebê que não são necessários e o quanto você economiza ao não compra-los

Quando a mãe está grávida e também após a chegada do bebê, ela é bombardeada por inúmeros produtos de bebê e todos são considerados “indispensáveis” para os pequenos. Mas será que todos esses produtos realmente são indispensáveis? A resposta é não! Existem muitos produtos para bebês que na verdade não são necessários e ao deixar de compra-los você pode poupar até 8 mil reais! Veja quais são esses produtos a seguir:

Móbile de berço


Cadastre-se

Apesar de serem fofos, os móbiles de berço não são necessários para o seu bebê. Inclusive, podem até ser perigosos se alguns cuidados não forem seguidos. O preço de um móbile de berço pode variar entre R$ 50,00 e R$ 400,00.

Caso você queira muito um móbile para o berço do seu bebê, é preciso ter alguns cuidados ao adquirir.  “Seus componentes não devem ser pequenos, assim evita-se o risco deles se desprenderem. A higiene dos móbiles também deve ser adequada e a peça deve ser fácil de limpar. Assim, aqueles feitos de tecido lavável e borracha maleável são boas opções”, explica a pediatra Fabíola Peixoto La Torre, do Hospital Leforte.

Os móbiles que tocam músicas devem ser evitados, pois são muito barulhentos. “Lembre-se de fixar o móbile firmemente no teto para evitar que ele caia acidentalmente”, orienta Fabíola La Torre.

Quanto à altura do móbile, ele deve ficar sempre fora do alcance do bebê. Por isso, com o passar do tempo é importante ajustar a altura do móbile, já que o pequeno cresce e pode conseguir alcançar o móbile. “Quando alcança o móbile o bebê corre dois riscos: o objeto cair em cima dele ou ele se pendurar e cair para fora do berço.

Kit berço

Kit berço, um dos produtos mais comprados para bebês. Eles são uma graça? São! Mas também contam com itens que podem ser muito perigosos para os bebês. Saiba que a orientação da Academia Americana de Pediatria (AAP) é que no berço do bebê tenha apenas: um colchão firme, o lençol elástico bem preso ao colchão e um bebê!

Caso esteja frio, a orientação da AAP é que os pais coloquem roupas mais quentes no bebê ou camadas extras de roupas e só usem o cobertor quando acreditarem que as camadas de roupa não estão dando conta. Neste caso é essencial que o cobertor fique bem preso embaixo do colchão e os bracinhos do bebê fiquem para fora do cobertor.

Quanto mais coisas estiverem no berço do bebê, como travesseiros, cobertores, protetor de berço e até bichinhos de pelúcia, maiores as chances do bebê sufocar. E o kit berço é composto justamente por diversos desses itens perigosos para o bebê, como a cabeceira, o protetor de berço, fronha para o travesseiros e às vezes até o travesseiro.

Um kit berço custa entre R$ 100,00 e R$250,00, enquanto um lençol para o colchão do berço com elásticos custa em média R$ 23,00.

Aquecedor de mamadeira

Para que usar um aquecedor de mamadeiras se você pode aquecer em uma panela no banho maria? Um aquecedor de mamadeira custa em média entre R$ 50,00 e R$ 250,00 e definitivamente é um item do enxoval totalmente dispensável.

Brinquedos tecnológicos

Quer uma boa dica para economizar? Ai vai: não compre brinquedos super tecnológicos e caros para o seu bebê! O fato é que seu bebê pode até se interessar por esses brinquedos, mas ele também terá o mesmo interesse na latinha com uma pedrinha dentro que faz um barulho engraçado quando sacudida!

Além disso, brinquedos muito tecnológicos de fato devem ser evitados, pois podem ser prejudiciais para os bebês. Uma pesquisa da Universidade do Arizona, Estados Unidos, descobriu que brinquedos muito tecnológicos, aqueles que emitem muitos sons e luzes, podem prejudicar a capacidade de comunicação dos bebês. Os pesquisadores acreditam que isto ocorre porque apesar destes brinquedos capturarem a atenção dos bebês, eles não proporcionam interações de qualidade entre pais e bebê.

A audição do bebê também pode ser prejudicada por esses brinquedos. Uma pesquisa publicada na revista científica American Journal of Otolaryngology descobriu que a grande maioria dos brinquedos para bebês que fazem barulhos emitem sons mais altos do que o recomendado para os pequenos. Os pesquisadores analisaram 90 tipos de brinquedos indicados para bebês maiores de 6 meses e entre eles 98% emitiam sons mais altos do que o orientado para o bebê e poderiam favorecer a perda de audição!

Um brinquedo tecnológico custa em média entre R$ 200,00 e R$300,00! Veja aqui ótimas ideias de brinquedos caseiros que você pode fazer para seu bebê.

Roupinhas de recém-nascido

São modelos tão lindos que dá vontade de comprar todos, não é mesmo? Mas vá com calma. “O bebê médio nasce com cerca de 3,5 kg e as roupas de recém-nascido são nessa base. Assim, com um mês e meio o bebê já costuma perder tudo. Eu não recomendo comprar roupas de recém-nascidos, mas sim de 0 a 3 meses, que já atendem os pequenos desde o nascimento”, orienta a baby planner Carol Baldin, do Instituto Mãe.

Um body de recém-nascido custa em média entre R$15,00 e R$ 40,00 , se você deixar de comprar cinco bodies de recém-nascido que custem cerca de R$ 40,00 você já economizou R$200,00!

Termômetro de banheira

O termômetro de banheira é um item supérfluo, para saber se a temperatura da água está boa basta colocar o cotovelo na água e sentir se está agradável ou não. Além disso, o termômetro de banheira custa entre R$ 8,00 e R$ 50,00!

Mamadeira

As mamadeiras não são orientadas para os bebês porque favorecem o desmame precoce. Ao mamar no seio o bebê abocanha a aréola, mas ao utilizar a mamadeira ele pega no bico. “Assim, quando ele volta para o seio, tenta reproduzir a pega que fazia na mamadeira e outros bicos e não consegue, o que favorece o desmame precoce”, explica o pediatra Moises Chencinski. A orientação é oferecer o leite materno em um copinho quando a mãe não estiver. Uma mamadeira custa em média entre R$ 12,00 e R$65,00 , enquanto um copinho custa R$18,00. Então é possível economizar cerca de R$ 47,00 ao trocar a mamadeira pelo copinho e ainda proporciona muitos benefícios para o bebê.

Banheiras infláveis

Algumas pessoas acreditam que as banheiras infláveis são opções práticas para viagens, mas não é bem assim. “É uma furada, para o dia a dia do banho recomendo a banheira que tem apoios. Para viagens, você pode tomar banho com o bebê no colo no chuveiro, é super gostoso e não tem nenhum risco. Imagina chegar de viagem e ainda ter que encher uma banheira inflável, é muito trabalhoso”, afirma Carol Baldin. Uma banheira inflável custa entre R$40,00 a R$100,00.

Cadeira vibratória

Algo que muitos pais acreditam ser necessário é aquela cadeirinha que treme. “Isto não é verdade, muitos bebês inclusive nem gostam deste item e ele ainda é caro. Caso os pais queiram muito uma podem alugar, já que o bebê costuma usar o objeto por 3 ou 4 meses. Mas saiba que os tapetinhos com objetos pendurados em cima são muito mais proveitosos”, destaca Carol Baldin. Uma cadeira vibratória para bebês pode custar entre R$ 250,00 a R$ 1.800,00!

Travesseiro de amamentação

Este item não é necessário e pode ser substituído por um travesseiro comum mais firme. “Caso queira comprar um, vale fazer o teste antes de adquiri-lo”, orienta Carol Baldin. Um travesseiro para amamentação custa entre R$ 25,00 e R$ 70,00!

Sapatinhos de bebês

Sim, sabemos que há um sapatinho mais lindo do que o outro e que dá vontade de comprar todos, mas tente ir com calma. “Nos primeiros meses o bebê fica a maior parte do tempo deitado, portanto os sapatinhos não são necessários. Você pode adquirir meias que imitam sapatinhos, elas aquecem, são confortáveis e bonitas”, orienta Carol Baldin.

Caso queira comprar sapatinhos nos primeiros meses do bebê , opte por aqueles mais molinhos e com solado de tecido. Quando o bebê começar a ensaiar os primeiros passinhos, os sapatinhos tornam-se importantes. “Opte por aqueles com solado de borracha, mas não muito duro, específico para quando começa a andar”, diz Carol Baldin.

Saiba que sapatinhos de bebê custam entre R$ 25,00 e R$ 89,00. Se você comprar 5 sapatinhos caros para seu bebê que ainda nem começou a andar, são R$ 445,00 que você vai gastar sem necessidade!

Carrinho de bebê super chique

Carrinho de bebê é um item importante? Sim, muito! Mas, não precisa gastar rios de dinheiro na hora de comprar o carrinho. O importante é que o carrinho do bebê seja seguro e se ele tiver o selo Inmetro significa que é seguro para o seu pequeno. Os preços de carrinhos de bebês podem variar entre R$ 350,00 e ir até R$ 5.000,00!!! Então, pense bem antes de escolher o modelo do carrinho do seu bebê.

Pesquisas de preço realizada em dezembro de 2016 nas lojas:

Americanas, Bebê Store, Grão de Gente , Magazine Luiza , Google Shopping , Klin e Alô Bebê.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários