Policiais revelam fotos e hashtags postadas por pais que expõem filhos a pedófilos

Por: Bruna Romanini



policiais alertam sobre pedofilia

Foto: Reprodução Child Rescue Coalition – Fotos que parecem inocentes podem colocar as crianças em risco

A Child Rescue Coalition fez um levantamento sobre as fotos e hashtags que mais colocam bebês e crianças sob a mira de pedófilos

A Child Rescue Coalition, organização composta por policiais, investigadores e outros profissionais, que é especializada em denunciar pedófilos, proteger crianças vítimas deste crime e prevenir que este tipo de crime ocorra, fez um importante alerta aos pais.

A organização iniciou uma campanha para que os pais mantenham a privacidade de seus filhos na internet e assim reduzam o risco das imagens dos pequenos chegarem até pedófilos.

Cadastre-se

E por isso, a organização decidiu apontar quais são os tipos de fotos e hashtags mais procuradas por pedófilos nas redes sociais e que por isso NÃO devem ser postadas pelos pais. “De forma inocente, os pais acabam postando fotos íntimas e detalhes sobre a vida de seus filhos nas redes sociais e eles não fazem ideia do quão facilmente outras pessoas, inclusive pedófilos, podem pegar essas imagens. E as fotos podem ser manipuladas, usadas de forma errada e repostadas em outros sites”, disse o presidente da Child Rescue Coalition, David Angelo, em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

De acordo com a organização, é recomendado evitar postar fotos do seu filho de biquíni/sunga/só de fralda e também não é orientado tirar fotos do momento da troca de fraldas e nem da hora do banho do seu filho. Fotos do bebê ou criança pelado também devem ser evitadas, mesmo quando os pais cobrem as partes intimas do filho com alguma coisa, com um filtro. Caso seu filho já use o pinico, também não é orientado postar fotos deles utilizando o objeto.

A organização ainda apontou que algumas das hashtags mais procuradas pelos pedófilos em redes sociais são relacionadas a banho do bebê ou criança, troca de fralda, bebê ou criança usando o penico e bebê ou criança na praia ou piscina. Alguns exemplos de hashtags assim são: #bebenapraia, #trocadefraldas, #banhodobebe, #pinico e #bebepelado.

Para você ter uma ideia, a hashtag bebênapraia possui mais de seis mil posts públicos só no Instagram. Enquanto a hashtag, banho do bebê conta com mais de cinco mil posts públicos! A hashtag pinico conta com mais de dois mil posts públicos, a trocandofralda possui mais de 700 posts públicos e pasmem: a hashtag bebêpelado possui mais de 200 posts públicos!

Além de evitar postar estas fotos e hashtags, a organização também pede que os pais chequem suas configurações de privacidade nas redes sociais. De acordo com eles, 89% dos pais não checaram suas configurações de privacidade nas redes no último ano!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Veja mais

Comentários





Veja mais