Produto pra bebê famoso é tirado das prateleiras por risco de morte

Por: Bruna Romanini



Foto: Reprodução

12 recém-nascidos já perderam a vida por causa dos “segura-bebê” ou posicionadores, entenda o caso a seguir

O Food and Drug Administration (FDA), órgão do governo dos Estados Unidos que regula os remédios e alimentos e outros produtos, fez um importante alerta para os riscos dos posicionadores para bebês dormires, também conhecidos como “segura-bebê”, e os ninhos para bebês.

De acordo com o órgão, estes produtos aumentam o risco de morte dos bebês. Isto porque eles podem fazer os bebês sufocarem ao virarem para os lados e então levar a morte. O alerta foi feito após a morte de doze recém-nascidos.

Cadastre-se

Diante deste alerta, as principais lojas dos Estados Unidos e também do Reino Unido decidiram banir estes produtos de suas prateleiras. Tesco, EBay, Mothercare e John Lewis já retiraram os produtos de suas lojas, tanto físicas quanto online.

Estes produtos continuam sendo vendidos normalmente no Brasil e não há alerta neles sobre seus riscos para os bebês.

É importante deixar claro que o sono seguro do bebê deve ocorrer no berço ou naqueles berços acoplados a cama dos pais. Além disso, um ambiente seguro para o bebê dormir não deve ter travesseiros, não deve ter protetores de berço, não deve ter brinquedos ou outros objetos e não deve ter lençol ou cobertor soltos. O colchão também precisa ser firme.

Veja aqui outros produtos para bebês que foram banidos em outros países, mas continuam sendo vendidos no Brasil.

Veja mais

Comentários



Veja mais