Estudo alerta: 1 remédio que MUITA grávida toma causa paralisia cerebral no bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

De acordo com a pesquisa, tomar aspirina e/ou paracetamol na gestação aumenta as chances do bebê ter paralisia cerebral

A Universidade de Copenhague na Dinamarca acaba de fazer uma descoberta em relação ao uso de alguns medicamentos na gestação. De acordo com o estudo feito com mais de 185 mil mães e seus bebês as chances do pequeno nascer com paralisia cerebral chega a ser duas vezes maior se a mãe tomar aspirina durante a gravidez. O risco de paralisia cerebral também aumenta se ela ingerir o paracetamol.

Ambos os remédios costumam ser tomados para reduzir a dor. De acordo com o estudo, bebês que foram expostos ao paracetamol na gestação têm 30% mais chances de sofrer paralisia cerebral. Enquanto bebês cujas mães consumiram aspirina na gestação tiveram duas vezes mais chances de desenvolver o problema.

Cadastre-se

Ainda segundo a pesquisa, não foi observada qualquer relação entre Ibuprofeno na gestação e paralisia cerebral no bebê.

Os pesquisadores notaram que os medicamentos paracetamol e aspirina tinham maiores chances de causar paralisia cerebral no bebê quando ingeridos no estágio intermediário da gravidez, fase em que a formação do cérebro é mais intensa.

Os pesquisadores também afirmaram que são necessários mais estudos para se confirmar se estes medicamentos de fato podem causar paralisia cerebral nos bebês.

Veja mais

Comentários





Veja mais