Quanto maior a licença-maternidade, menor risco de morte do bebê