Uso frequente de celular na gravidez aumenta chances da criança ter hiperatividade

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

É o que aponta uma pesquisa feita com mais de 83 mil gestantes, saiba tudo sobre o assunto a seguir

Crianças cujas mães falam no celular com frequência têm maiores chances de se tornarem hiperativas, é o que afirma uma pesquisa publicada na revista científica Environment International.

O estudo contou com a participação de 83,884 gestantes da Dinamarca, Holanda, Noruega, Espanha e Coréia de 1996 a 2011.


Cadastre-se

Os pesquisadores notaram que crianças com idades entre cinco e setes anos de idade têm 28% mais chances de ter hiperatividade quando as mães falaram no celular mais de quatro vezes por dia ou por mais de uma hora por dia enquanto estavam grávidas.

Ainda segundo os autores da pesquisa, isto pode ocorrer devido às ondas de rádio, conhecidas como a radiação eletromagnética, emitidas por telefones celulares. Contudo, os pesquisadores também afirmam que são necessários mais estudos para realmente entender se essa relação entre celular na gravidez e hiperatividade de fato existe.

Cuidados ao usar o celular na gestação

Ainda não há muitos estudos sobre os efeitos do celular na gestação e/ou no bebê, portanto não é possível ter certeza sobre quais os seus efeitos nos pequenos e nem nas mães. Mas é interessante já ter alguns cuidados ao usar o celular durante a gestação. São eles:

  • Usar o celular apenas quando é necessário
  • Manter as ligações mais curtas

Fonte consultada

Serviço Nacional de Saúde do Governo do Reino Unido

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários