‘1 mês após dar à luz um menino, o médico revelou que meu filho era MENINA’

Por: Bruna Romanini



menina menino bebe

Foto: Getty Images – Reprodução Daily Mail – Entenda o caso deste bebê a seguir

Madeleshia e Kenneth Hiscock estavam animados com o nascimento de seu primeiro menino, mas então descobriram que haviam tido uma menina

Os pais Madaleshia e Kenneth Hiscock da África do Sul estavam encantados com o nascimento de seu primeiro menino! Eles já eram pais de uma menina de três anos e agora haviam acabado de ter um menino. O pequeno recebeu o nome do pai, Kenneth, e até foi batizado. Mas um mês após seu nascimento, seus pais tiveram a maior surpresa de suas vidas. O médico revelou que o menino do casal na verdade era uma MENINA.

É isso mesmo! Nos primeiros meses da gestação, os pais já haviam tido que lidar com algumas dúvidas em relação ao sexo do bebê. “Quando eu fiz meu primeiro ultrassom, o médico achou que meu bebê era menina. No segundo ultrassom também disseram que era menina. Mas um tempo depois eu tive um terceiro ultrassom e então disseram que meu bebê era menino. Senti como se o sexo do meu bebê estivesse mudando a cada minuto. Mas eu não achei que iriam errar o sexo do meu bebê após o nascimento! Na verdade, após esse terceiro ultrassom, em todos os outros ultrassons os médicos continuavam dizendo que meu filho era menino”, contou a mãe Madaleshia em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

Cadastre-se

Então, Madaleshia comprou todo um enxoval para um menino. E após dar à luz ao seu filho, mais uma vez os médicos examinaram o bebê e confirmaram que era um menino. “Mesmo quando ele nasceu, os médicos os examinaram e disseram seu filho é um menino!”, contou Madaleshia.

Porém, com o passar do tempo, os pais começaram a achar que havia algo errado com os genitais do filho. Eles então pediram que os médicos fizessem mais exames. E receberam a notícia que os deixou chocados: seu menino na verdade era uma MENINA! “Nós ficamos chocados, não fazia sentido”, recorda-se Madaleshia.

Os médicos então fizeram mais exames e descobriram que a bebê sofria de uma condição chamada Hiperplasia adrenal congênita. Esta condição é rara e afeta uma em cada 15 mil pessoas. Pessoas que sofrem com este problema tem a falta de uma enzima que é necessária para fazer os hormônios cortisol e aldosterona. E sem estes hormônios, o corpo produz mais de um hormônio masculino chamado androgênio.

Este hormônio fez com que os genitais da bebê de Madaleshia ficassem inchados e por isso os pais e os médicos se confundiram em relação ao sexo do bebê.

Esta condição pode ser tratada com o uso de um hormônio diariamente e é isto que os pais começaram a fazer. Eles também contaram que apesar do choque, receberam grande apoio de sua família e amigos. “Eles ficaram chocados com a notícia, mas nos apoiaram bastante”, afirmou Madaleshia.

O casal trocou o nome de sua filha de Kenneth para McKenzi e hoje ela é uma menina saudável de oito anos. McKenzi inclusive ganhou mais uma irmã, e hoje os pais têm três meninas.

Foto: Reprodução Facebook – A pequena McKenzi, segunda da direita, com as irmãs e a mãe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Veja mais

Comentários





Veja mais