‘Com 10 adultos de olho, achei que minha bebê estaria bem, mas errei’

‘Com 10 adultos de olho, achei que minha bebê estaria bem, mas errei’

Bebê de 18 meses morre afogada em lago

Esta bebê acabou se afogando mesmo com 10 adultos cuidando dela

Uma mãe decidiu desabafar sobre o que aconteceu com sua bebê para alertar outros pais, entenda

A mãe Ashley Sullenger desabafou sobre o que aconteceu com sua bebê Preslee de apenas 18 meses. Ela decidiu contar a história de sua filha para alertar sobre o afogamento entre as crianças. Confira o relato:

“Eu e meu marido deixamos nossa filha com minha sogra e outros nove adultos para termos algumas horinhas para nós. Com dez adultos e cinco crianças maiores na casa de olho na nossa filha, achamos que ela ficaria bem, mas erramos.

Fomos para o cinema e quando entramos no carro para voltar para casa, meu marido Patrick retornou uma ligação de um número desconhecido que havia ligado enquanto estávamos no cinema. Eu notei o desespero na voz de Patrick conforme ele ouvia o que a pessoa do outro lado da ligação dizia. Eu entrei em pânico quando meu marido deu meia volta e ultrapassou o sinal vermelho, claramente havia algo errado.

Links Patrocinados

Com a voz trêmula, Patrick me explicou que a ligação era de um amigo policial. Ele contou que ouviu os nossos nomes no rádio da polícia e que alguém da nossa família estava sendo levado às pressas pro hospital. Instantaneamente nós concluímos que só poderia ser nossa filha Preslee.

Nós fomos direto para o hospital que o policial nos falou que a pessoa estaria sendo levada. Ao chegarmos no hospital, um médico nos explicou que realmente era nossa filha e que ela havia caído em um lago que fica ao lado da casa da minha sogra. Ela tinha se afogado, mas ele não sabia quanto tempo havia ficado na água. Ele pediu desculpas, pois não sabia maiores detalhes do caso e disse que minha filha estava chegando no hospital.

Links Patrocinados

Após alguns minutos, que para mim pareceram horas, nossa filha chegou ao hospital. Ela estava cercada de médicos e enfermeiros que estavam dando o seu melhor para salvá-la. Foi quando uma enfermeira muito gentil chegou até mim e perguntou: ‘Você é a mãe?’. Eu respondi: ‘sim’. Então, ela gentilmente pegou minha mão e eu pude ver minha filha pela primeira vez. Assim que vi seu rostinho, eu comecei a chorar, foi quando a ficha caiu. Cada célula do meu corpo queria salvá-la, mas a vida dela não estava mais em minhas mãos.

Após seis dias no hospital, em que nós não saímos do seu lado e ficamos rezando por um milagre, os médicos nos informaram que Preslee teve morte cerebral. Nós ficamos devastados. Passamos o dia seguinte com ela em nossos braços. Ter que sair do hospital sem seu filho nos braços é terrível e a verdade é que você nunca supera completamente.

Nossa família levou anos para entender o que havia ocorrido. Hoje sabemos que parece que levaram apenas segundos de distração de todos para que Preslee sumisse da vista deles e fosse para o lago.

Eles notaram a ausência dela rapidamente e meu cunhado a encontrou no lago, mas já era tarde demais.

Decidimos contar nossa história agora para educar outros pais. Nosso objetivo é educar os pais e mostrar que o afogamento infantil ocorre em questão de segundos e de forma silenciosa. Geralmente não tem muito barulho, não tem splash, e leva segundos. Por isso, é preciso ficar ainda mais atento se seu filho estiver perto de uma piscina, praia, lago, rio, etc”.

Bebê morre afogada, mesmo com 10 adultos para cuidar dela

Os pais com um quadro de sua bebê e seus outros quatro filhos

Comentários

Links Patrocinados