Kelly Key surpreende com antes e depois de tratamento pra inchaço pós-parto

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

Confira e saiba tudo sobre as massagens e drenagem linfática para a mulher no pós-parto

A cantora Kelly Key deu à luz recentemente ao pequeno Artur. E ela tem sido bem honesta quanto às mudanças que a gestação e o pós-parto causaram em seu corpo. Uma dessas mudanças, de acordo com a cantora, foi o inchaço. E para combater o problema, a cantora está realizando alguns tipos de massagens, como a drenagem linfática.

E o resultado tem sido muito positivo. Durante uma massagem ela mostrou no stories de seu Instagram a diferença entre a perna que já tinha recebido a massagem e a outra que ainda iria receber. Você pode conferir a imagem a seguir, a perna a sua direita já recebeu a massagem enquanto a da sua esquerda não recebeu ainda.

Links Patrocinados

kelly-key-antes-depois1

Causas do inchaço no pós-parto

Links Patrocinados

Muitas pessoas costumam achar que o inchaço nos braços e pernas só ocorre durante a gestação, contudo saiba que ele pode continuar e até piorar no pós-parto! O inchaço ocorre no pós-parto por dois motivos principais.

O primeiro motivo é: na gestação a mulher sofre com um aumento na quantidade de líquidos em seu organismo. E este inchaço não desaparece da noite para o dia, por isso, é normal que a mulher continue inchada nos dias após o nascimento do bebê.

A outra razão é que assim como na gestação, após a chegada do bebê o corpo da mulher passa por uma grande mudança hormonal. E essa mudança pode contribuir para o aumento do inchaço no corpo.

Benefícios das massagens no pós-parto

Você certamente já sabe que as massagens ajudam a relaxar e reduzir o estresse. Porém, para as mulheres no pós-parto os benefícios das massagens vão além. Alguns tipos de massagens podem contribuir e muito para a redução do inchaço no pós-parto, já outros ajudam no reequilíbrio hormonal e ainda há aquelas que ajudam seu corpo a se recuperar da gestação e do parto, inclusive caso seu parto tenha sido uma cesárea.

As massagens ainda podem ajudar a reduzir as dores que a mulher pode vir a ter após o nascimento do bebê, como dor nas costas por segurar o filho constantemente.

Reequilíbrio hormonal

As massagens ajudam a balancear os hormônios no pós-parto. Os níveis dos hormônios estrogênio e progesterona estão bem altos durante a gestação e caem rapidamente após o nascimento do bebê. Além disso, os hormônios prolactina e a ocitocina aumentam após o parto para facilitar a amamentação. Pesquisas já mostraram que as massagens ajudam a reduzir o hormônio cortisol, relacionado ao estresse.

E também reduzem naturalmente a dopamina e a serotonina, que são associados à depressão pós-parto.

Diminuição do inchaço

Os fluidos do corpo precisam encontrar um equilíbrio após a gravidez, onde ocorre um aumento de 50% dos fluidos no organismo. A massagem aumenta a circulação e a drenagem linfática facilita a eliminação do excesso de líquidos. Além disso, a massagem irá ajudar seu corpo a, digamos, colocar os líquidos no lugar certo!

Como o desequilíbrio hormonal também favorece o inchaço, as massagens também ajudam a reduzir esse excesso de líquidos ao contribuir para o equilíbrio hormonal.

Melhora na amamentação

A massagem também pode contribuir para a amamentação! Isto porque ela aumenta a circulação e relaxa, duas atitudes que ajudam muito na maior produção de leite materno. Além disso, a massagem também aumenta os níveis do hormônio prolactina que por sua vez estimula a produção de leite.

Quando as mães podem começar com as massagens?

Você pode começar a fazer massagens no pós-parto assim que se sentir confortável e tiver a autorização do seu ginecologista. Para as massagens procure um profissional especializado em massagens para gestantes e mulheres após o parto.

Fonte consultada:

Associação Americana de Gravidez

Veja mais

Comentários

Links Patrocinados