Mãe de bebê posta foto e texto sinceros do dia em que chegou ao seu LIMITE

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Facebook

“Ser mãe solteira é difícil. Ser uma mãe solteira com um bebê de 19 meses que não quer dormir é ainda mais difícil”

A australiana Amy-Lee Mangold tem 26 anos e é mãe de um bebê de 19 meses, o pequeno Theo. Amy é mãe solo, ou seja, cuida sozinha de seu filho. E teve um dia, após muitas noites sem dormir e uma série de dificuldades, em que Amy chegou ao seu limite.

Ao invés de guardar isso para si, Amy ligou para sua irmã e desabafou. E foi a melhor coisa que ela poderia ter feito. Conversar com sua irmã a fez perceber que não havia problemas em às vezes não se sentir bem, em não estar feliz sempre.

Links Patrocinados

Por isso, ela decidiu compartilhar uma foto e um texto muito sinceros sobre o momento em que chegou ao seu limite. Confira:

mae-limite-choro

Links Patrocinados

“Não há problemas em não estar OK. Hoje eu cheguei ao meu limite. Ser uma mãe solteira é difícil. Ser uma mãe solteira com um bebê de 19 meses que não quer dormir é ainda mais difícil. Eu não tenho nenhum apoio por perto. Eu cuido sozinha do meu filho, o pai dele não colabora em nada. Hoje, depois de acalmar meu filho que estava chorando muito e colocá-lo para assistir televisão, eu fui para o meu quarto e chorei.

Eu chorei tanto. Esta não é a mãe que eu quero ser. Eu queria ser feliz e estar sorrindo o tempo todo, mas a vida me atropelou.

Normalmente eu não falo para as pessoas como eu me sinto. Mas hoje eu fiz e fez toda a diferença expressar como eu me sentia. Não guarde para você mesma como se sente. Fale com alguém. Qualquer um. E lembre-se: tudo bem não se sentir OK às vezes, ser mãe é muito difícil!”, disse Amy.

Veja mais

Comentários

Links Patrocinados