“Sonho com o dia que vou ouvir meu bebê chorar”, desabafa mãe

Por: Bruna Romanini



mãe bebê

Foto: Reprodução Daily Mail – Confira a história da mãe Victoria

Se para a maioria das mães ouvir o bebê chorar é algo difícil, para a mãe Victoria Silvestri este é o seu maior sonho

Enquanto para a grande maioria das mães ouvir seu bebê chorar é algo difícil, para a mãe norte-americana Victoria Silvestri, 27 anos, este é o seu maior sonho. Seu bebê Gavin de três meses é incapaz de chorar ou de fazer qualquer outro som.

Isto porque o pequeno nasceu com uma doença rara chamada linfangioma ou higroma cístico. Esta condição fez com que se formassem cistos na mandíbula, bochechas, pescoço e lábios do bebê.

Cadastre-se

Victoria descobriu o problema quando estava com 18 semanas de gestação. Por causa deste problema de seu filho, seu parto precisou ser cesárea. Apesar da cesárea já estar agendada, ela acabou entrando em trabalho de parto uma semana antes do previsto. Seu marido estava em outro estado e Victoria teve que dar à luz sozinha no hospital.

Assim que nasceu, o recém-nascido foi levado para a UTI. Logo após o parto, o pequeno teve que passar por um tratamento intensivo que incluiu uma cirurgia de sete horas para remover o tecido morto de seu rosto.

O pequeno é incapaz de fazer qualquer som por causa de um aparelho que foi colocado em sua traqueia para ajudar a estabilizar a sua respiração. Gavin ainda precisará passar por uma série de cirurgias até se recuperar completamente. Seus pais acreditam que poderão levar o bebê para casa apenas no próximo mês.

Gavin nasceu no dia 8 de fevereiro. “Quando eu dei à luz parecia que eu estava em um episódio de Grey’s Anatomy, havia cerca de 30 médicos e enfermeiras na sala de cirurgia. Quando eu vi meu filho pela primeira vez não fiquei chocada. Eu havia me preparado para isso desde a gestação, quando soube da condição de Gavin. Tudo que eu vi foi o meu filho”, contou Victoria em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

Victoria ainda contou que sonha com o dia em que ouvirá seu filho chorar. “Meu filho não consegue chorar, ele tenta, mas não consegue. Nós estamos vivendo cada dia, mas será muito especial quando eu ouvir meu filho rir ou chorar”, afirmou Victoria.

“Ele é um pequeno guerreiro”

Victoria revelou que os médicos estão aguardando o pequeno se recuperar de sua última cirurgia para então decidirem quais serão os próximos passos do tratamento. “Nosso principal objetivo agora é fazer com que as incisões da outra cirurgia cicatrizem corretamente. Nossa esperança é que após isso os médicos possam realizar uma traqueostomia no Gavin”, contou Victoria.

Traqueostomia é um procedimento onde se cria um orifício na frente do pescoço que permite que o paciente consiga respirar. “Com a traqueostomia Gavin conseguirá ir para casa pela primeira vez. Eu não vejo a hora de ir para casa com Gavin, o quartinho dele está pronto para recebê-lo”, afirmou Victoria em entrevista ao Daily Mail.

Ela ainda falou sobre a força de seu filho. “Ele é um pequeno guerreiro. Ele é incrível! É um bebê calmo e nunca fica bravo. Eu tive a sorte de conhecer uma mãe cujo filho teve o mesmo problema do meu e agora o menino dela está muito bem, isto me deu esperanças”, concluiu Victoria.

Foto: Reprodução Daily Mail – O pequeno Gavin

Veja mais

Comentários





Veja mais