Amamentando, Thais Fersoza toma suplemento proibido pra maioria das mães

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Instagram

Thais Fersoza revelou que está tomando Whey Protein, entenda os riscos deste suplemento para quem amamenta e gestantes

A atriz Thais Fersoza, que amamenta a filha Melinda de três meses, revelou que está tomando Whey Protein. “Gente, tô me achando muito do mundo fit! Rsrs nunca tomei whey.. sempre achei q era pra quem queria ficar mega musculoso.. mas agora fazendo acompanhamento certinho, com nutri, personal.. tudo voltado pro meu objetivo e pro meu corpo, vi q é bem diferente do q eu imaginava.. e na verdade, agora virou mais do q objetivo em emagrecer.. estamos nos divertido descobrindo esse novo mundo e todas as opções q existem pra deixar nossa alimentação e life style mais balanceado e saudável!”, disse Thais Fersoza em seu Instagram.

Porém, é essencial deixar claro que o Whey Protein não é orientado para a grande maioria das mães. A atriz só está tomando este suplemento porque teve orientação de uma nutricionista.

Cadastre-se

Contudo, os principais órgãos de saúde do mundo, como a Biblioteca Nacional de Saúde do Governo dos Estados Unidos e a Clínica Mayo, não orientam o consumo de Whey Protein por gestantes e mães que amamentam.

A orientação é feita porque não existem estudos suficientes sobre se o Whey Protein afeta o leite materno ou não. Também não se sabe se o Whey Protein pode prejudicar a produção de leite materno ou se pode afetar os bebês de alguma maneira. Além disso, existem relatos de casos de diarreia, dificuldades de ganho de peso, cólicas e alergias em bebês cujas mães ingeriram Whey Protein.

Por tudo isso, os principais órgãos de saúde do mundo consideram que as mães que amamentam e gestantes sejam prudentes e não ingiram o Whey Protein. É indispensável que as mães que amamentam só ingiram o Whey Protein após orientação médica.

Fontes consultadas:

Clínica Mayo

Biblioteca Nacional de Saúde do Governo dos Estados Unidos

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários