Como o pai pode ajudar na amamentação

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja dicas simples de como o pai pode contribuir para que haja sucesso na amamentação

O pai pode ser um grande aliado para que a mãe consiga amamentar com sucesso. “É muito comum que a mamãe fique sobrecarregada com tarefas ou estressada por opiniões de terceiros, e isso atrapalha e pode ‘secar o leite’. Um pai bem orientado pela equipe de saúde pode ajudar a criar um ambiente propício a que o ‘leite desça’ mais fácil”, explica o médico de família Enrique Barros, membro da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

Então, veja a seguir dicas de como o pai pode ajudar a companheira na amamentação:

Cadastre-se

Ajude nas outras tarefas

Enquanto a mãe amamenta o pai pode ajudar realizando outras tarefas da casa, como preparar uma refeição, lavar a louça, limpar a casa, entre outras. “Tudo que o pai puder fazer para ajudar e proteger a mamãe será de grande valia para o melhor desenvolvimento da relação mamãe-bebê, assim como do pai com a mamãe e do pai com o bebê. É fundamental criar um ambiente de harmonia e apoio mútuo. O pai deve estar atento as necessidades da mamãe, que vai variar de família para família”, orienta Enrique Barros.

Se informe sobre a amamentação

Uma pesquisa canadense publicada na revista científica Pediatrics, da Associação Americana de Pediatria, reuniu 214 casais que estavam prestes a ter o primeiro filho. Eles foram divididos em dois grupos. No primeiro os pais só receberam informações sobre amamentação na maternidade. Enquanto no outro os pais estudaram sobre amamentação de seis a doze semanas antes do parto. Apesar de todos os casais terem a intenção de continuar com a amamentação exclusiva até os seis meses de vida, o grupo que recebeu informações sobre amamentação teve maior sucesso.

Aos três meses de vida do bebê, 95% das mães do grupo que recebeu as informações antes estava amamentando, enquanto no outro grupo a taxa era de 88%. Além disso, as mães do grupo melhor informado relataram estar mais satisfeitas com o apoio do parceiro e os pais estavam com mais confiança.

Assim é essencial que o pai se informe sobre a amamentação antes do nascimento do bebê. “E antes disso sobre todos os aspectos da gestação. Cada vez mais se solicita que o pai acompanhe o pré-natal, pois assim se prepara o casal e se ‘acerta os ponteiros’ para os desafios que virão com o bebê. Muitas vezes as crenças do pai são diferentes da mamãe, e um bom pré-natal pode evitar que isso gere conflitos que atrapalhem na amamentação e na harmonia da casa”, observa Enrique Barros.

Você pode começar se informando sobre amamentação aqui.

Esteja presente

A presença do pai pode contribuir muito para a amamentação. “Mas é preciso que seja um pai interessado e que estimule a capacidade da mãe de amamentar. Um vínculo amoroso ajudará e muito a superar os desafios iniciais da amamentação”, conta Enrique Barros.

Respeite a relação entre mãe e bebê

O vínculo entre mãe e bebê é muito especial e é essencial que o pai entenda e respeite isso. “Entendendo, inclusive, que muitas vezes a relação marido e mulher ficará em segundo plano e que isso é totalmente esperado”, destaca Enrique Barros.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários