Posições para amamentar: faça as melhores

Por: Bruna Romanini

Imagem: Crédito da imagem

Conheça as melhores posições para amamentar o seu bebê e veja os cuidados ao realizá-las 

A melhor posição para amamentar é: aquela em que você e seu bebê estiverem mais confortáveis! “Ela varia de acordo com cada conjunto ‘mãe e bebê(s)’ e muda de acordo com a hora do dia, onde a mãe esteja ou seu grau de sono e cansaço. Sempre orientamos que a mãe ache uma posição em que esteja o mais confortável e relaxada possível, a mãe pode estar sentada, deitada ou em pé. O bebê pode permanecer no colo, sentado, deitado e pode-se utilizar travesseiros, almofadas, poltronas ou a cama para apoio de um ou de ambos”, conta a médica de família e comunidade Denize Ornellas, membro da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

Principais posições para amamentar 

Cadastre-se

Confira as mais conhecidas posições para amamentar e entenda os cuidados necessários ao realiza-las.

  • Posição transversal ou clássica

    Esta é a mais conhecida. Segure o bebê no colo de forma transversal, de modo que a barriga do pequeno encoste na sua. O braço que irá segurar o bebê é o do peito que amamenta. “O bebê deve ficar sempre com a cabeça elevada e apoiando bem o corpo, se quiser pode tirar a roupa dele e a sua para haver um contato mais agradável”, orienta o pediatra e neonatologista Jorge Huberman.

  • Posição cavalinho

    Coloque o bebê sentado em uma de suas pernas e de frente para o seio, as perninhas do bebê devem ficar uma de cada lado da perna da mãe. “Observe se o pequeno está sugando bem para evitar regurgitação e refluxo”, orienta Jorge Huberman.
    Esta posição costuma ser orientada em casos graves de refluxo, quando a mama é volumosa e para bebês com lábios leporinos ou fenda palatina. “Deve-se ter o cuidado de proteger o pescoço do bebê com a mão da própria mãe”, destaca Denize Ornellas.

  • Posição invertida

    As mães de gêmeos gostam muito desta posição. “Ela também é comum entre as mães que foram submetidas à cesárea, devido à sensibilidade e dor no local da cirurgia”, afirma Denize Ornellas.
    Com a ajuda de uma almofada ou travesseiro, coloque o bebê deitado por baixo do seu braço, de modo que a cabeça dele fique em frente ao seio. “O bebê é literalmente colocado de modo ‘invertido’ – de frente para a mama, pernas encaixadas na região axilar da mãe e o corpo do bebê fica apoiado sobre a almofada ou travesseiro”, conta Denize Ornellas.
    É preciso ter um cuidado com esta posição. “É importante sempre manter a cabeça do bebê mais elevada que o corpo”, diz Jorge Huberman.

  • Posição deitada

    Deite e coloque o bebê ao seu lado, de forma paralela. Deixe a cabeça do pequeno levemente elevada. Esta posição é polêmica entre os profissionais de saúde. “O tabu provém da recomendação médica de não oferecer mamadeira com o bebê deitado ou no berço para evitar infecções de ouvido, mas no caso do aleitamento materno, a mãe amamentar deitada é seguro e não causa mais infecções, pois a cavidade oral do bebê se adapta e não permite a passagem de leite para o interior do ouvido como no caso da mamadeira”, explica Denize Ornellas.

Cuidados em todas as posições

Existe uma orientação que é válida para todas as posições. “A recomendação de segurança é de que se a mãe estiver excessivamente sonolenta ou tenha feito uso de substâncias sedativas ela possa contar com o auxílio de uma outra pessoa que possa cuidar do bebê caso ela adormeça, evitando acidentes como queda ou sufocamento”, diz Denize Ornellas.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários