Bebê difícil: como reconhecer e os cuidados essenciais

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

A seguir, esclareça todas as suas dúvidas sobre o bebê difícil

É fato: nenhum bebê é igual ao outro. E enquanto existem alguns bebês que são mais tranquilos, dormem bem e quase não choram, também existem os bebês difíceis. Os principais sinais de que um bebê é mais difícil de lidar do que a maioria são:

  • O bebê chora muito mais do que os outros;
  • Este bebê chora muito alto;
  • Este bebê é mais difícil de ser acalmado;
  • O bebê tem MUITOS problemas para dormir, de modo que acorda com maior frequência no meio da noite e tem maior dificuldade para voltar a dormir;
  • Este bebê também apresenta maior dificuldade para acordar.

A descoberta MUITO especial sobre os bebês difíceis

Cadastre-se

Se você é o pai ou mãe de um bebê mais difícil, saiba que as últimas pesquisas têm demonstrado algo muito especial sobre estes bebês. Ocorre que os “bebês difíceis” são os mais suscetíveis à forma como os pais os educam, tanto para o bem quanto para o mal.

Isto significa que quando este “bebê difícil” é acolhido, tem suas necessidades atendidas e recebe muito amor dos pais, ele provavelmente se tornará uma criança e um adulto muito educado e com habilidades sociais até melhores do que os outros.

Porém, quando este “bebê difícil” é negligenciado, não é cuidado com muito carinho ou não recebe atenção dos pais, este bebê possui chances muito maiores de se tornar uma criança e um adulto com muitos problemas e dificuldades tanto na escola quanto na carreira.

Por isso, lembre-se: se você tem um bebê difícil procure dar à ele o máximo de carinho que puder, esta fase complicada vai passar e no futuro o seu filho vai te agradecer muito!

Fonte consultada:

Psychology Today

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários