Bebê herda a inteligência da mãe, diz estudo

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Desde a genética até na relação com o bebê, a mãe influencia muito a inteligência do filho

Seu bebê é muito inteligente? Então, saiba que a culpa é toda da mamãe! Um novo estudo publicado na revista científica Psychology Spot descobriu que o bebê herda a inteligência da mamãe.

Isto porque, de acordo com o estudo, que analisou as últimas pesquisas sobre o assunto, os bebês herdam a inteligência da mãe por uma série de razões. Primeiro, o gene da inteligência está localizado no cromossomo X. O cromossomo X é sempre transmitido pela mãe no caso de meninos e no caso de meninas um cromossomo X é transmitido pela mãe e outro pelo pai.

Cadastre-se

Além disso, um estudo da Universidade de Cambridge observou que ratos que receberam uma dose extra de material genético materno desenvolveram cérebros maiores e corpos menores. Enquanto, os ratos que receberam dose extra de material genético paterno desenvolveram cérebro menores e corpos maiores.

Diante disso, os pesquisadores analisaram o assunto mais profundamente e descobriram o seguinte: no desenvolvimento do bebê, as células que vem do pai se acumulam nas áreas emocionais do cérebro, como hipotálamo, amígdala, a área pré-óptica e o septo. Estas áreas são parte do sistema límbico, que é responsável por assegurar a sobrevivência e está envolvido em funções tais como o sexo, alimentação e agressão.

No entanto, os pesquisadores não encontraram quaisquer células paternas no córtex cerebral, que é onde se desenvolvem as funções cognitivas mais avançadas, tais como inteligência, pensamento, linguagem e planejamento. No córtex cerebral ficaram as células vindas da mãe!

As pesquisas continuaram e um estudo feito pelo Medical Research Council Social and Public Health Sciences Unit da Escócia descobriu algo fascinante! Os pesquisadores notaram que o principal fator para prever o quão inteligente o bebê se tornaria era a inteligência da mãe! Esta pesquisa contou com a participação de 12,686 pessoas.

 Não é só a genética que conta

Os estudos também descobriram que a importância da mãe para a inteligência do filho vai muito além da genética. Isto porque a relação que a mãe tem com o bebê também pode contribuir significativamente para que o bebê fique ainda mais inteligente.

Uma pesquisa da Universidade de Minnesota, Estados Unidos, descobriu que bebês que tem um relacionamento próximo com suas mães desenvolvem a capacidade de brincar com jogos complexos aos dois anos de idade! Além disso, esses bebês se mostraram mais perseverantes e demonstraram menos frustração diante de problemas.

Os pesquisadores acreditam que isto ocorre porque o vínculo forte com a mãe dá ao bebê a segurança necessária para explorar o mundo e resolver problemas sem sofrimento. Além disso, essas mães também tendem a estimular seus filhos e ajuda-los a desenvolver todo o seu potencial.

Outra pesquisa, esta da Universidade de Washington nos Estados Unidos, descobriu que o vínculo forte do bebê com a mãe é essencial para o crescimento de certas partes do cérebro! Estes pesquisadores analisaram mães e seus filhos por sete anos e notaram que quando a criança recebe apoio emocional da mãe uma região do cérebro, o hipocampo, era 10% maior quando comparado com crianças que tiveram a mãe emocionalmente distante.

Veja outras maneiras de estimular a inteligência do seu bebê aqui. E veja os sinais de que seu bebê é um gênio aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários