Passar vaselina na pele dos bebês previne dermatite atópica, diz estudo

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Descoberta foi publicada na revista científica Pediatrics, dermatite atópica é uma das doenças que mais afeta os bebês

Vaselina. Um produto que existe há muito tempo no mercado e é um velho conhecido de todos, se mostrou um grande aliado dos bebês! De acordo com uma pesquisa feita pela Northwestern University Feinberg School of Medicine, Estados Unidos, e publicada na revista científica Pediatrics, a vaselina é capaz de prevenir a dermatite atópica em bebês!

A dermatite atópica é uma condição inflamatória que faz com que a pele fique seca, sensível e empipocada. De acordo com o International Journal of Dermatology, metade dos bebês terão dermatite atópica até os 12 meses de vida. Saiba mais sobre dermatite atópica aqui e aqui.

Cadastre-se

Para tratar o problema, muitos pais acabam gastando uma alta quantia em cremes e outros produtos. Contudo, o que os autores do estudo observaram é que aplicar a vaselina na pele do bebê diariamente nos primeiros seis meses de vida reduz muito o risco dele desenvolver a dermatite atópica.

Os pesquisadores compararam sete produtos e observaram que a vaselina é a opção mais eficaz e também a mais barata para prevenir a dermatite atópica. Os pesquisadores acreditam que a vaselina é capaz de proteger a pele do bebê contra os agentes invasores que poderiam causar a doença.

O dermatologista Steve Xu, autor do estudo, afirma que ainda é necessário realizar mais pesquisas sobre o assunto. Contudo, ele acredita que não há maiores riscos em aplicar vaselina na pele do bebê. “Não estamos dando um remédio via oral ou injetando um medicamento. Estamos apenas passando vaselina na pele do bebê para evitar uma doença que pode ter consequências devastadoras”, disse Steve Xu em entrevista ao jornal The New York Times.

Caso você tenha se interessado sobre a questão, recomendamos que converse com o pediatra ou dermatologista antes de aplicar a vaselina na pele do seu bebê.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários