Perda auditiva em bebês: reconheça os sinais

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

A seguir, veja quais sinais da perda auditiva em bebês e saiba tudo sobre

Quando nascem, os recém-nascidos rotineiramente realizam o teste da orelhinha entre o 2º e o 3º dia de vida. Este exame é muito importante para detectar perda auditiva em bebês. Porém, com o passar do tempo, mesmo a criança que não apresentou problemas neste primeiro exame, pode vir a ter perda auditiva. Por isso, é essencial que os pais saibam quais os sinais que o bebê dá de que pode estar ficando surdo.

Os principais sinais de que o bebê pode estar ficando surdo e é preciso falar com o pediatra, são:

Cadastre-se

  • Não se assusta com barulhos;
  • Não vira a cabeça para a fonte do som a partir dos seis meses de vida;
  • Não fala uma única palavra após já ter completado um ano de vida;
  • Percebe que você está ai quando você aparece na frente dele, mas não quando você o chama pelo nome;
  • Aparenta ouvir alguns sons, mas outros não;
  • Aos três meses de vida ainda não é capaz de reconhecer a voz dos pais;

O bebê tem maiores chances de desenvolver problemas de audição se:

  • Nasceu prematuro;
  • Ficou na UTI neonatal;
  • Tomou medicamentos que poderiam causar a perda de audição;
  • Teve problemas no parto;
  • Tem dores de ouvido frequentes;
  • Teve infecções como meningite ou citomegalovírus

Diante da suspeita de que o bebê tem problemas de audição é essencial entrar em contato com o pediatra, pois quanto antes se diagnosticar e tratar o problema, menores as chances da criança ter sequelas, como de fato ficar surda.

Fonte consultada:

Biblioteca de Saúde do Governo dos Estados Unidos

Kidshealth

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários