Consulta da grávida no pediatra: saiba tudo sobre

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Entenda a importância da gestante ir ao pediatra e como é essa consulta

É isso mesmo que você leu. É importante e recomendado que as gestantes se consultem também no pediatra. “A Sociedade Brasileira de Pediatria orienta que a partir da 32ª semana de gestação, a mãe consulte um pediatra”, conta o pediatra Moises Chencinski, criador da campanha #euapoioleitematerno.

A consulta no pediatra é importante por uma série de questões. Primeiro, ele poderá orientar sobre os cuidados com o bebê logo após o parto. “Este profissional pode orientar a mãe sobre os benefícios do parto normal, especialmente para o bebê. E também sobre o alojamento, ressaltando que a melhor opção é o alojamento conjunto. Assim, você impede que o bebê vá para o berçário e evita o risco dele receber fórmula infantil”, afirma Moises Chencinski.

Cadastre-se

Outra orientação importante que o pediatra pode passar é sobre o aleitamento materno. “Isto porque de acordo com uma pesquisa, cerca de 80% das mães não recebem orientação sobre amamentação do seu ginecologista e em 60% dos casos esses profissionais sequer avaliam os seios da mulher na gestação”, diz Moises Chencinski.

Este especialista também pode passar algumas outras orientações que podem não ter sido feitas no ginecologista. “O último trimestre é importante para que a mãe seja orientada com o ômega 3 para que haja um aperfeiçoamento do sistema nervoso do bebê”, explica Moises Chencinski.

Também é importante que o ginecologista ou o pediatra orientem a gestante sobre se vacinar contra a coqueluche entre 27 e 35 semanas de gravidez em cada uma de suas gestações. Por fim, a consulta no pediatra ainda na gravidez é importante para que a mãe já crie um vínculo com este profissional que ela irá visitar tanto nos meses que estão por vir.

Saiba tudo que você deve perguntar na consulta com o ginecologista obstetra durante a gravidez aqui. 

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários