Mãe perde bebê de 1 mês pra coqueluche e alerta sobre vacinação

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Conheça a história do pequeno Riley que faleceu após contrair uma coqueluche

O pequeno Riley Hughes nasceu na Austrália em 13 de fevereiro deste ano. O pequeno era o segundo filho do casal Catherine e Greg Hughes. “Era um menino lindo e saudável”, recorda-se a mãe.

Tudo ia bem, até que com três semanas de vida o pequeno passou a ter sintomas de resfriado e depois de tosse. Inicialmente, Riley foi examinado por um médico que o atendeu em casa e disse que estava tudo bem.

Cadastre-se

Porém, a mãe Catherine sabia que não estava nada bem e levou seu filho ao hospital. Lá ele recebeu o diagnóstico de coqueluche, também conhecida como doença da tosse comprida. Esta doença causa um quadro inflamatório nas vias respiratórias e em alguns casos, especialmente quando se trata de bebês, pode levar à morte por insuficiência respiratória.

Infelizmente, o pequeno Riley não resistiu à batalha contra a coqueluche e faleceu após quatro dias de internação, com apenas 32 dias de vida.  “Ele foi piorando, piorando e, apesar de todas as intervenções médicas, Riley faleceu nos nossos braços”, contou a mãe do garotinho.

Alerta

Após esta tragédia, os pais do pequeno Riley decidiram realizar uma campanha sobre a importância da mãe se vacinar contra a coqueluche. Isto porque o bebê só irá receber esta vacina aos 2 meses de vida.

Enquanto o pequeno não for vacinado, a proteção dele contra a coqueluche vem dos anticorpos presentes no leite materno, mas isto apenas ocorre quando a mãe está vacinada com a tríplice bacteriana do tipo adulto. Esta vacina é a responsável por proteger contra a coqueluche, difteria e tétano. Ela deve ser tomada preferencialmente ainda na gravidez, mas também pode ser tomada no pós-parto, caso a mãe não o tenha feito na gestação. Saiba mais sobre quais vacinas tomar na gravidez aqui. Veja quais vacinas tomar no pós-parto aqui.

A seguir, veja o vídeo que os pais fizeram da tosse de Riley como uma forma de ajudar outros pais a reconhecer a coqueluche. Ele mostra a tosse do pequeno um dia antes de ser internado e  após 3 dias de internação:

Vídeo: Sarajevo Grad

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários