Bebê morre após pais decidirem dar só alimentos sem glúten e sem lactose

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Kidspot

Sem a orientação de um médico ou nutricionista, os pais decidiram cortar uma série de alimentos da dieta do filho

Um bebê de 7 meses morreu pesando somente 4 quilos após seus pais terem decidido lhe alimentar apenas com comidas sem glúten e sem lactose. O caso ocorreu na Bélgica em 6 de junho de 2014 e agora seus pais foram condenados à prisão por terem contribuído para a morte do filho.

Os pais Peter S, 34 anos, e Sandrina V, 30, foram condenados a 18 meses de prisão. Na época do nascimento do filho, os pais tinham uma loja de alimentos alternativos. De acordo com os pais, após notarem que o filho estava com dificuldades para amamentar e que havia certas alergias em seu corpo, eles decidiram por conta própria e sem orientação médica ou de nutricionista, alimentar o bebê Lucas apenas com alimentos sem glúten e sem lactose, derivados do leite de vaca, como fórmulas sem lactose, também foram excluídos da dieta.


Cadastre-se

Então, ao invés de tomar fórmula ou leite materno, o pequeno era alimentado com leites vegetais como o leite de quinoa e de arroz, entre outras mudanças bruscas na alimentação do pequeno.

O promotor público afirmou que Peter e Sandrina “determinaram seu próprio diagnóstico de que o filho era intolerante a glúten e lactose e não consultaram nenhum médico sobre a possível condição do filho”.

Além disso, quando o pequeno Lucas começou apresentar problemas para respirar, devido à desnutrição, ao invés de leva-lo ao hospital mais próximo, seus pais fizeram uma longa viagem de carro até outra cidade para se consultarem com um homeopata.

Depois, o pequeno ainda chegou a ser internado no hospital Virga Jesse Ziekenhuis na cidade de Hasselt na Bélgica, mas não resistiu e morreu.

A questão da alergia ou intolerância alimentar nos bebês

Às vezes, bebês de fato têm intolerância a determinadas substâncias presentes nos alimentos. Contudo, quando os pais suspeitam deste problema é importante que eles sempre conversem com um médico para que este profissional da saúde possa fazer o diagnóstico e descobrir se existe ou não uma alergia ou intolerância.

Caso de fato haja uma alergia ou intolerância é ESSENCIAL que os pais tenham a orientação de um médico e/ou nutricionista na hora de montar a alimentação do filho. Afinal, bebês estão em plena fase de desenvolvimento e precisam de uma série de nutrientes para que possam crescer bem e com saúde.

Fonte consultada:

Reportagem elaborada com informações do jornal alemão Die Welt

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários