Com foto sincera, mãe mostra o que acontece quando se tem mastite

Por: Bruna Romanini



Foto: Reprodução Instagram

Após amamentar seis bebês sem problemas, a mãe Lindsey Bliss acabou sofrendo com a mastite

A mãe e doula Lindsey Bliss decidiu postar uma foto muito sincera para falar com outras mães sobre um problema que afeta muitas mulheres que estão amamentando: a mastite. Lindsey tem seis filhos e até então havia amamentando sem problema nenhum, inclusive amamentou gêmeos.

Porém, em sua última amamentação de repente ela acabou desenvolvendo uma mastite! E a mastite veio com tudo. “Quando um peito bom tem um problema! Eu realmente queria que meu marido me levasse pro pronto-socorro devido a uma mastite MUITO FORTE. Meu corpo todo treme e eu estou com dores de cabeça, mas consigo sair da cama”, disse Lindsey em seu post no Instagram.

Cadastre-se

Junto com este texto, ela postou uma foto onde seu seio aparece bem vermelho devido à mastite. Confira:

mae-mastite1

Entendendo a mastite

A mastite é uma inflamação das glândulas mamárias que pode ocorrer em mulheres que estão em aleitamento materno. “O principal fator de risco para mastite puerperal é a estase láctea, ou seja, a permanência de leite represado em um dos ductos mamários por tempo prolongado. Outro importante fator de risco são as fissuras do mamilo, que favorecem a invasão de bactérias da pele para dentro do tecido mamário. Fissura que ocorre por uma pega inadequada”, explica a pediatra Roseli Kripka, da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul.

Portanto, a melhor forma de prevenir a mastite é por meio de uma técnica correta de aleitamento.  “O que irá proporcionar o esvaziamento das mamas em cada mamada e sem lesões mamilares, que são a porta de entrada das bactérias”, explica Kripka.

Sintomas

Alguns sintomas da mastite são mamas com áreas vermelhas, doloridas e inchadas. A mulher também pode apresentar febre, calafrios e cansaço generalizado.

Tratamento

O tratamento da mastite na maioria dos casos é apenas o esvaziamento correto das mamas. “Em algumas situações é necessário o uso de antibióticos receitados pelo ginecologista obstetra”, conta Kripka.

Saiba como lidar com outros problemas ao amamentar aqui.

Veja mais

Karina Bacchi e Enrico

Comentários



Veja mais