Veja 10 motivos para se transformar em uma doadora de leite

Por: Publieditorial



leite materno sheron menezzes

Foto: A atriz Sheron Menezzes é doadora de leite materno

Saiba como se preparar para a doação e ajudar quem espera por você

Você já deve ter escutado que mãe é tudo igual, só muda o endereço. Quando o assunto é bem-estar e saúde não é diferente. Afinal, quem não sonha em ver seus filhos crescendo felizes? Esse desejo pode ser estendido para bebês prematuros, de baixo peso, que estão internados e que não podem ser alimentados diretamente no seio de suas mães e esperam pela doação de leite materno.

Veja bons motivos para se transformar em uma doadora de leite materno e ajudar quem espera por você:

Cadastre-se

1) Qualquer quantidade é bem-vinda.

Um pote de leite materno (300 ml) pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia. Dependendo do prematuro, 1 ml já é suficiente para nutri-lo a cada vez que ele for alimentado.

2) Quanto mais você amamenta, mais leite você produz.

A produção do leite materno depende do esvaziamento da mama. Portanto, quanto mais você amamentar ou esvaziar as mamas, mais leite irá produzir.

3) Brasil é referência mundial em doação de leite materno.

O modelo brasileiro de banco de leite humano é reconhecido mundialmente por sua tecnologia, que alia baixo custo à alta qualidade. Além disso, também distribui o leite materno de acordo com as necessidades específicas de cada bebê. 

4) O leite doado passa por um rigoroso controle de qualidade.

O leite doado é analisado, pasteurizado e passa por um rigoroso controle de qualidade antes de ser oferecido ao bebê.

5) Proteção garantida.

O bebê prematuro, de baixo peso, que está internado e não pode ser alimentado diretamente no seio da própria mãe terá mais chances de recuperação e ainda ficará protegido de infecções, diarreias e alergias ao ingerir leite materno.

6) Doadora em potencial.

Se você amamenta, então é uma possível doadora de leite humano. Basta ser saudável e não tomar medicamentos que interfiram na amamentação. Procure um Banco de Leite Humano ou ligue 136, a Ouvidoria do SUS, para se informar sobre como fazer a doação.

7) Prepare-se para doação.

 O leite deve ser armazenado em um frasco de vidro de boca larga e tampa de plástico, que deverá estar higienizado (lavado com água e sabão). Para tanto, coloque, tampa e frasco (após retirar rótulos e etiquetas) higienizados, em uma panela, cobrindo-os com água e ferva por 15 minutos, contando o tempo a partir do início da fervura. Escorra-os, com a abertura voltada para baixo, sobre um pano limpo e deixe-os secar naturalmente. Feche o frasco sem tocar com a mão na parte interna da tampa. Vale lembrar que o ideal é deixar vários frascos preparados. Armazene-os em um recipiente limpo com tampa.

Além do frasco, também é preciso redobrar os cuidados com a higiene antes de iniciar a coleta. É recomendável usar uma touca ou um lenço para cobrir os cabelos e colocar uma fralda de pano ou uma máscara sobre o nariz e a boca. Lave as mãos e os braços até o cotovelo com água e sabão. Depois, lave as mamas apenas com água. Seque as mãos e as mamas com toalha limpa.

 8) Qual o melhor local para retirar o leite?

Escolha um lugar confortável, limpo e tranquilo. Evite conversar durante a retirada do leite e procure forrar uma mesa com pano limpo para colocar o frasco e a tampa.

 9) Como retirar o leite das mamas?

Massageie as mamas com a ponta dos dedos, fazendo movimentos circulares no sentido da aréola (parte escura do seio) para o corpo. Coloque o polegar acima da linha em que acaba a aréola e os dedos indicador e médio abaixo da aréola. Então, firme os dedos e empurre para trás em direção ao corpo. Aperte o polegar contra os outros dedos até sair o leite. Despreze os primeiros jatos ou gotas. Em seguida, abra o frasco e coloque a tampa sobre a mesa, forrada com um pano limpo, com a abertura para cima. Retire o leite da mama, posicionando o frasco debaixo da aréola. Após terminar a coleta, feche bem o frasco.

 10) Como guardar o leite retirado?

Após a coleta, não se esqueça de identificar o pote com seu nome completo, data e a hora em que realizou a coleta. Guarde imediatamente no freezer ou no congelador o frasco fechado. Se não conseguir completar em uma coleta, repita o procedimento outras vezes, coletando o leite em um copo de vidro (previamente esterilizado, conforme orientação para o frasco) e acrescentando esse leite no pote já congelado da primeira coleta. O pote pode ser completado com mais de uma coleta, no entanto até faltarem dois dedos para encher o frasco. Em seguida deve ser armazenado no freezer imediatamente. Se em 10 dias após congelar o primeiro leite, o frasco não estiver completo, não tem problema, é só transportá-lo até um Banco de Leite Humano e fazer a doação, pois qualquer quantidade é importante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Veja mais

Comentários





Veja mais