Bebê de 2 anos é diagnosticada com gonorreia após ser estuprada

Por: Bruna Romanini



menina abuso dst

Foto: Reprodução DailyMail – O caso desta bebê está sendo considerado uma falha do serviço de proteção a criança

O caso desta bebê está sendo considerado uma grande falha do serviço de proteção as crianças da região

Uma bebê menina de apenas dois anos foi diagnosticada com DST (doença sexualmente transmissível) meses após ter sido estuprada por um homem de 26 anos. O triste caso aconteceu em Tennant Creek na Austrália.

O crime terrível fez com que a menina ficasse em coma induzido no hospital. A menina sofreu o estupro em fevereiro de 2018 e o homem que cometeu o crime foi preso no mesmo mês.

Cadastre-se

De acordo com a polícia, a bebê foi diagnosticada com gonorreia e ainda precisou receber medicamentos pós-exposição ao HIV.  O homem que cometeu o crime era próximo da família e era considerado pelos familiares uma figura paterna para a menina e seus quatro irmãos. O crime aconteceu quando o pai da menina estava preso após ter agredido a mãe da criança.

Crianças sofreram abusos por anos

O caso está sendo considerado pela imprensa australiana como uma grande falha do serviço de proteção as crianças da região. Isto porque antes mesmo desta bebê nascer, seus irmãos já haviam sofrido diversos casos de negligência e abuso por parte de seus pais.

A menina tem mais quatro irmãos e entre 2002 e 2018, o serviço de proteção à criança local recebeu 52 denúncias sobre possíveis abusos que os pais e cuidadores estavam cometendo contra as crianças. Além disso, os pais das crianças já tiveram mais de 150 interações com a polícia.

O serviço de proteção das crianças do Sul da Austrália apenas tirou a menina da guarda dos pais no mês passado. “O caso desta bebê e de seus irmãos mostra que o serviço de proteção local falhou com essas crianças”, disse um relatório da polícia sobre o caso.

Veja mais

Comentários





Veja mais