Estudo aponta 1 efeito perigoso de não comer carne na gravidez e gera polêmica

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

Segundo o estudo, filhos de gestantes que não comeram carne têm mais chances de abusar de álcool e drogas no futuro

Uma pesquisa feita pelo Instituto Nacional de Saúde do Governo dos Estados Unidos e publicada na revista científica Alcoholism: Clinical and Experimental Research fez uma descoberta polêmica.

O estudo descobriu que filhos de grávidas que não consumiram carnes durante a gestação têm mais chances de abusarem de álcool e drogas na adolescência.

Links Patrocinados

Os pesquisadores observaram a alimentação de 5109 gestantes e anos depois notaram o consumo de álcool e drogas por parte de seus filhos adolescentes. Assim, os estudiosos observaram que filhos de mães que comeram pouca ou nenhuma carne tiveram maior risco de abusar de substâncias como álcool e drogas na adolescência.

Os autores do estudo acreditam que isto pode ocorrer porque quem consome pouca ou nenhuma carne tem maior chance de possuir baixa quantidade de vitamina B12 em seu organismo.

Links Patrocinados

Contudo, os próprios autores do estudo ressaltaram que ele é apenas observacional. Ou seja, foi observada a dieta das mães e notou-se que os filhos daquelas que não comeram carnes na gravidez tiveram mais chances de abusar de álcool e droga.

Portanto, ainda são necessários mais estudos sobre o assunto para se ter certeza desta relação. “Nossa pesquisa aponta a necessidade de investigar melhor esta questão e também de pensar em soluções para mulheres que escolhem restringir determinadas categorias de alimentos durante a gestação”, disse o autor do estudo Joseph Hibbeln, membro do Instituto Nacional de Saúde do Governo dos Estados Unidos.

Veja mais

isis valverde doenca celiaca
Dieta famosa pode causar má formação no bebê

Comentários

Links Patrocinados