Azia na gravidez: causas e dicas para aliviar

Por: Bruna Romanini

Azia na gravidez

Foto: Getty Images – Veja como prevenir e tratar a azia na gravidez

Saiba como aliviar e entenda por que acontece a azia na gravidez

A azia na gravidez infelizmente é um problema que muitas mulheres acabam enfrentando.  Ela ocorre justamente por mudanças causadas pela própria gestação no organismo da mulher. Mas, alguns cuidados simples podem ajudar a evitar e combater este incômodo.

A seguir, confira o que pode ser feito para evitar e tratar a azia na gravidez. Entenda também porque este incômodo ocorre, quando ele acaba e muito mais.


Cadastre-se

Sintomas de azia na gravidez

Os principais sintomas da azia na gestação são:

  • Sensação de queimação e até dor no peito;
  • Se sentir cheia, pesada e/ou inchada;
  • Arrotar com maior frequência;
  • Sentir a comida voltar;

Estes sintomas geralmente aparecem após comer ou beber algo, porém, eles podem demorar um pouco para aparecerem.

Como evitar a azia na gravidez

Alguns cuidados podem ajudar a prevenir a azia na gravidez. Confira quais são eles a seguir:

  • Não deitar logo após uma refeição: Para diminuir o risco do refluxo, a mulher deve evitar se deitar logo após uma refeição. “Caso haja necessidade de se deitar devido a alguma complicação na gestação, ela deve manter o dorso elevado a pelo menos 30 graus para evitar o refluxo”, orienta o ginecologista obstetra Jurandir Piassi Passos, especialista em medicina fetal do Lavosier Medicina Diagnóstica;
  • Comer porções menores: As refeições também devem ser fracionadas e as porções diminuídas. “O ideal é que a mulher faça seis refeições ao dia. Devemos reforçar que a sensação de saciedade não aparece antes de 20 minutos do início da refeição. Se a gestante come rápido e não mastiga os alimentos direito, ela pode comer além do necessário e dificultar a digestão, além de ganhar mais peso do que o esperado”, conta Passos;
  • Evitar alguns alimentos: Outra questão é não ingerir alimentos que possam piorar os sintomas, como molhos vermelhos, doces, chocolates, alimentos ricos em cafeína e alimentos ricos em gordura, como frituras;
  • Atenção a alimentos mais cítricos: Quando a azia ocorre por diminuição do ph gástrico, o que acaba dificultando a digestão dos alimentos, a ingestão de alimentos mais cítricos, como suco de abacaxi, limão ou laranja junto às refeições pode ajudar a acidificar o estômago e facilitar a digestão. “Se a azia for por excesso de acidez, esses alimentos cítricos podem piorar os sintomas, aí eles devem ser evitados e substituídos por alimentos que diminuem o ph gástrico, como o leite. A ingestão de água também ajuda a diminuir a acidez, pois além de ser um pouco alcalina, a diluição do suco gástrico diminui a irritação causada pelo seu excesso. A hortelã, que pode ser colocada na água para dar sabor à mesma, também ajuda a diminuir a acidez estomacal”, afirma Passos;
  • Comer de forma saudável: Procurar ter uma alimentação saudável, rica em verduras, legumes e frutas, com exceção daqueles citados acima, é uma boa forma de prevenir a azia na gestação.
azia na gravidez e abacaxi

Foto: Reprodução – O abacaxi e outras frutas cítricas podem piorar a azia na gravidez

Como combater a azia na gravidez

Caso você já esteja sofrendo com a azia na gestação, alguns cuidados podem ajudar a aliviar o incomodo:

  • Comer iogurte ou tomar um copo de leite: Tente colocar uma colher de mel no leite quente;
  • Atenção a sua postura na hora de comer: procure sentar-se reta quando está comendo. Isto irá tirar a pressão do seu estomago;
  • Não se deite após uma refeição e se você sentir azia na hora de dormir, tente dormir com a cabeça e ombros um pouco mais elevados.
azia na gravidez leite com mel

Foto: Reprodução – Leite morno com mel pode ajudar a diminuir a azia na gravidez

Remédios para combater a azia na gravidez

Alguns medicamentos podem ajudar a aliviar a azia na gestação, mas eles só podem ser ingeridos com a orientação médica. Veja quais são os principais:

  • Antiácidos: os antiácidos podem ajudar a aliviar a azia na gestação, porém, é essencial conversar com seu médico antes de ingerir este medicamento. Isto porque alguns antiácidos contêm níveis altos de sódio que podem levar ao inchaço e também há antiácidos que contam com alumínio que não é seguro na gestação. Gestantes que estão tomando suplemento de ferro não devem ingeri-lo junto com o antiácido, pois ele atrapalha a absorção de ferro;
  • Alginato: este medicamento alivia a indigestão ao fazer com que o ácido em seu estômago pare de voltar;
  • Ranitidina: este medicamento reduz a quantidade de ácido em seu estômago;
  • Omeprazol: este medicamento reduz a quantidade de ácido em seu estômago.

Chá ajuda a combater azia na gravidez?

É preciso muita atenção com relação aos chás na gestação. Isto porque alguns chás podem ser prejudiciais para os bebês e ter até mesmo efeito abortivo. Por isso, é essencial conversar com seu médico sobre o chá que pretende ingerir na gestação.

Foto: Reprodução – Beber água pode ajudar a aliviar a azia na gravidez

Causas da azia na gravidez

A azia na gravidez ocorre porque nesta fase ocorrem algumas mudanças no funcionamento do trato digestório da mulher. “A azia acontece basicamente por três motivos. Um deles é o aumento do refluxo gastresofágico, principalmente no final do 2º e 3º mês devido ao aumento do útero e, consequentemente, ao aumento da pressão intra-abdominal, o que facilita o refluxo dos alimentos do estômago para o esôfago”, explica o ginecologista obstetra Jurandir Piassi Passos, especialista em medicina fetal do Lavosier Medicina Diagnóstica.

O outro motivo é alteração do ph estomacal (diminuição da acidez) devido à ação dos hormônios relacionados à gestação, como a gastrina, que é produzida também pela placenta e leva à diminuição do ph estomacal, o que dificulta a digestão dos alimentos e predispõe a ocorrência da azia.

O terceiro motivo ocorre devido ao aumento do tempo de esvaziamento do estômago, ou seja, o alimento fica mais tempo no estômago. “Trabalhos mostram que, na gestação, esse tempo de esvaziamento chega a ser de mais de 100 minutos quando comparado às mulheres não gestantes”, constata Passos.

Azia na gravidez é sinal que o bebê vai nascer cabeludo?

Por incrível que pareça, a ciência tem observado que esta crença popular pode estar correta. Uma pesquisa de Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descobriu que bebês cabeludos causam azia na gravidez SIM!

A pesquisa contou com a participação de 64 gestantes, entre elas, 28 reportaram ter tido azia de moderada a severa. E quando os bebês nasceram, os pesquisadores notaram que entre essas 28 gestantes, 23 tiveram bebês cabeludos! Enquanto a grande maioria das gestantes que reportaram não ter tido nenhuma azia deram à luz a bebês carequinhas! Curioso não?

Azia na gravidez pode indicar algum problema sério?

Caso você apresente alguns sintomas específicos é essencial buscar ajudar médica. Os sintomas são:

  • Dificuldade para comer e/ou para manter a comida na barriga;
  • Perda de peso;
  • Dor no estômago;
  • Se você está tomando remédios sob prescrição médica, deve consultar um médico diante da azia na gestação.

Azia no final da gravidez

A azia pode ocorrer em qualquer momento da gestação , mas ela geralmente começa no meio para o final da gravidez. Saiba que a azia costuma começar por volta das 27 semanas de gestação.

Quando a azia na gravidez vai passar?

A azia na gravidez costuma passar após o nascimento do bebê.

Conclusão sobre azia na gravidez

A azia na gravidez é um problema que ocorre com muitas mulheres justamente devido às mudanças que acontecem no corpo da gestante. É um incomodo chato, mas que com alguns cuidados simples pode ser evitado. Além disso, algumas atitudes também podem fazer com que este desconforto passe. Caso a azia se intensifique muito, é essencial conversar com seu médico. Não tome nenhum medicamento sem antes conversar com um médico.

Fontes consultadas:

Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra

Associação Americana de Gravidez

Veja mais

isis valverde loira
thaeme perde bebê

Deixe uma resposta

Comentários