A chocante história da mãe que vendeu os filhos por 2 dólares

Por: Bruna Romanini

Foto: Repodução

Após serem vendidos como mercadoria, o futuro da maioria destas crianças não foi nada bom

Uma foto chocou o mundo em 1948. A imagem mostra uma mãe de Chicago, Estados Unidos, com os quatro filhos na escada de casa e uma placa dizendo “4 crianças à venda – Informe-se aqui”.

Lucille Chalifoux era a mãe de Lana, 6 anos, Rae, 5, Milton, 4, e Sue Ellen, 2. Ela também estava grávida de David, na ocasião em que a foto foi feita.

Cadastre-se

A fotografia foi publicada em vários jornais e fez com que muitas pessoas se disponibilizassem a ajudar a mãe, cujo marido estava desempregado. Porém, a ajuda não foi aceita e Lucille decidiu vender dois dos seus filhos por dois dólares e os outros foram para adoção. “Fui vendida por 2 dólares, e como meu irmão, Milton, estava perto de mim chorando, o casal resolveu levá-lo também. Minha mãe usou o dinheiro para jogar no bingo”, contou Rae ao jornal New York Post. Aos 21 anos, ela reencontrou a mãe biológica. “Ela não tinha remorso, nunca nos amou”, diz.

Rae e Milton

Rae, 5 anos, e o irmão Milton, 4 anos foram vendidos por dois dólares para o casal John e Ruth Zoeteman, que viviam em uma fazenda.  Ela não tem nenhum documento que prove que ela foi vendida e também nenhuma documentação de adoção.

Após terem sido vendidos, eles tiveram seus nomes mudados para Beverly Zoeteman e Kenneth Zoeteman. A infância destas crianças foi repleta de abusos por parte dos pais adotivos. “Eles costumavam nos prender com correntes o tempo todo e desde pequenos nós trabalhávamos na fazenda”, contou Rae em entrevista ao jornal New York Post. Tanto que Rae saiu de casa aos 17 anos e nunca mais voltou.

Lana e Sue Ellen

Os irmãos chegaram a se encontrar algumas vezes depois que já estavam idosos. Porém, nunca puderem encontrar Lana, que faleceu em 1998 devido a um câncer. Portanto, eles sabem muito pouco sobre o que ocorreu com ela e como foi sua vida após a venda.

Sue Ellen, tinha apenas dois anos quando sua mãe a colocou à venda, mas ela afirma que acabou sendo adotada por um casal e não vendida. Ela teve a oportunidade de conhecer o irmão Milton pouco antes de morrer de câncer de pulmão. E o encontro foi emocionante. No encontro, Sue disse o pensava de uma mãe biológica. “Ela deve estar queimando no inferno agora”, disse Sue.

David

David , que estava na barriga de Lucille na época da foto, foi o que teve o melhor destino. Ele foi adotado por um casal que o criou muito bem. “Quando meus pais me adotaram eu era um bebê e eles se lembram que eu estava cheio de picadas, e parecia muito que eu havia sido maltratado”, recordou-se David em entrevista ao jornal New York Post.

David conseguiu se reencontrar com seus irmãos e também soube o que ocorreu com a mãe biológica deles. “Ela se casou com outra pessoa. Teve quatro filhas com ele e esses filhos ela criou. Ela só não quis ficar conosco mesmo”, disse David.

Veja mais

Comentários





Veja mais