Grávida, Mayra Cardi passa a comer só comidas cruas: veja riscos e cuidados

Por: Bruna Romanini



mayra cardi dieta gravidez

Foto: Reprodução Instagram – Mayra Cardi adotou uma dieta que pode gerar polêmica

Nutricionista explica os riscos e cuidados ao seguir a dieta crudívora, adotada por Mayra Cardi, na gestação

A coach e ex-BBB Mayra Cardi está grávida de cinco meses. Ela espera uma menina que se chamará Sophia e que é sua primeira filha com o ator e cantor Arthur Aguiar. E agora, ela anunciou que passou a adotar a dieta crudívora.

A dieta crudívora consiste em ingerir apenas alimentos crus ou que foram submetidos a no máximo uma temperatura de 40 graus. O suposto benefício desta dieta seria evitar a perda de nutrientes que pode ocorrer durante o cozimento.

Cadastre-se

Porém, para muitos nutricionistas a perda de nutrientes não é tão considerável quando o alimento é cozinhado corretamente. “No meu ponto de vista, os benefícios são bem semelhantes entre uma dieta balanceada e uma dieta crudívora. Uma vez que você saiba a técnica e dietética correta, ou seja, a melhor forma de preparar os alimentos, a perda de vitaminas e minerais é diminuída. Tanto na dieta balanceada quanto no crudivorismo evita-se o consumo de alimentos industrializados, processados, açúcares e, no caso do crudívoro, as farinhas”, observa a nutricionista funcional Juliana Pizzocolo.

Mayra falou sobre sua dieta crudívora em suas redes sociais: “Bom dia! E aqui eu retorno a minha paixão com o crudivorismo e se inicia uma alimentação de como será a vida da Sophia por toda a vida ou por muitos anos até que ela possa entender, estudar e decidir se segue com a alimentação Raw food ou troca tomando outros caminhos que desejar. Enquanto ela estiver na minha barriga e até completar 8 anos de idade, assim como toda mãe quem decide sou eu, óbvio com a aprovação do pai e assim fizemos antes mesmo de gerar essa vida, e claro que sempre vou querer o melhor para ela assim como faço com o Lucas, brigo e pego no pé para o melhor que eles podem ser. Sempre a saúde em primeiro plano”, disse Mayra Cardi.

Riscos da dieta crudívora na gestação e cuidados

Mas e ai, será que é recomendado seguir a dieta crudívora na gestação? “Particularmente não passo esse tipo de dieta para minhas pacientes gestantes. O momento da gestação é onde o corpo está em constante necessidade de vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos, justamente pelo fato de estar formando um novo ser. Sou a favor de uma dieta vegana ou vegetariana (não crudívora) com acompanhamento, evitando, com isso, deficiências de nutrientes”, afirma a nutricionista funcional Juliana Pizzocolo.

Comer alimentos crus na gestação pode apresentar riscos. “Antes de mais nada, vale lembrar que existem indivíduos crudívoros não veganos/vegetarianos, ou seja, que consomem proteína de origem animal crua. Neste caso, o risco para intoxicação alimentar é enorme, por conta da alta probabilidade do alimento estar infectado por parasitas e/ou bactérias. No caso dos crudívoros veganos/vegetarianos, o risco dos alimentos estarem com altas doses de agrotóxicos é alto, por isso, lavar bem os alimentos e comprá-los de locais orgânicos é a melhor forma”, conta Juliana.

Além disso, seguir a dieta crudívora sem orientação de um médico e de um nutricionista apresenta outros riscos. “Quando feita sem acompanhamento de um profissional qualificado, com toda certeza (há riscos). Principalmente durante os primeiros três meses de gestação, tanto o volume sanguíneo como os batimentos cardíacos da mãe aumentam, além de ser a fase em que o sistema nervoso do bebê está sendo formado. Por conta disso, a demanda de macro e micronutrientes específicos é alta. Já no 2º trimestre, é quando ocorre o crescimento e a formação da pele, ossos e cartilagens do bebê, e mais uma vez, a necessidade de boas fontes de nutrientes são demandadas. Quando a gestante não faz nenhum acompanhamento nutricional, o risco de depleção de nutrientes é enorme e, com isso, o risco de problemas sérios ao bebê aumenta, inclusive de aborto espontâneo”, observa Juliana.

Assim, gestantes que desejam realizar a dieta crudívora devem conversar com seu médico e nutricionista antes. Este cuidado é indispensável para garantir a saúde do bebê e da mãe. “Antes de mais nada, procurar acompanhamento médico e nutricional. É importante que ela seja acompanhada por estes dois profissionais para evitar riscos desnecessários e para a suplementação de vitaminas importantes nesse período. Os cuidados principais ao seguir a dieta crudívora vegana são: comprar alimentos de preferência orgânicos e em locais de confiança; higienizar bem os alimentos; Atentar-se a forma de armazenamento e prazo de validade”, concluiu Juliana.

Foto: Reprodução Instagram – Um dos pratos da dieta crudívora de Mayra Cardi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Veja mais

Comentários





Veja mais