Internauta faz comentário cruel sobre bebê de Isis Valverde e atriz desabafa

Por: Bruna Romanini



Foto: Reprodução Revista Claudia – Gerard Giaume

Uma internauta chegou ao ponto de questionar se Isis Valverde havia perdido o bebê apenas porque achou que barriga da atriz estava pequena

A atriz Isis Valverde falou sobre os comentários cruéis que, infelizmente, está tendo que ouvir em sua gestação. Isis contou que como sua barriga está pequena, ela está tendo que lidar com alguns julgamentos. “Eu queria que a barriga já estivesse maior. Entro na fila preferencial e as pessoas duvidam de mim, ficam me olhando como se eu estivesse mentindo”, afirmou Isis em entrevista para a revista Claudia.

Isis também falou na entrevista que está tendo que lidar com alguns comentários cruéis em suas redes sociais a respeito do tamanho de sua barriga e até mesmo sobre seu bebê. “Há crueldade com as mães. Outro dia, uma mulher deixou um comentário no meu Instagram: ‘Não aparece barriga. Será que ela perdeu o bebê?’”, desabafou a atriz.

Cadastre-se

A atriz ainda relatou na entrevista que planeja ter um parto natural. “O natural é mais saudável tanto para o bebê quanto para a mãe. Tenho amigas que marcaram a cesárea assim que descobriram a gravidez, e eu não julgo. Cada mãe precisa encontrar seu caminho e respeitar seus limites no parto, na amamentação e na educação”, afirmou Isis.

Isis também falou sobre a amamentação na entrevista: “Sei que os primeiros 20 dias são importantes porque o período em que você transmite os principais nutrientes para o bebê e ajuda a construir a imunidade. Mas tem quem sofra com o peito rachado e sinta dor. Foi assim com a minha mãe. Tenho uma amiga que, por pressão, continuou amamentando, mas saia sangue. Qual a vantagem de você forçar alguém a amamentar com pus e sangue? Sou contra ultrapassar os limites do corpo”.

Isis Valverde revela que voltou a comer carne

A atriz também contou que após passar anos sem comer carne, voltou a ingerir este alimento na gestação. “Acho que o corpo pede porque tem ferro. Aliás, o bebê quer umas coisas bem estranhas. Eu passei muitos anos sem comer carne e, de repente, me vi devorando um prato de moela como se fosse um lobo. Nunca fui de comer arroz, feijão, batata frita e bife, mas tive esse momento. Depois de 22 semanas, só ficou a vontade de chocolate. Meu médico diz que é uma tentativa de compensar o cansaço que ocorre na gravidez, mas precisei me controlar para não comer todo dia e desenvolver um problema de saúde”, contou Isis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Veja mais

Comentários





Veja mais