Mãe flagrada jogando cachorro no bueiro diz que agiu por instinto maternal

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução

A mulher afirma que o cachorro atacou a perninha de sua bebê de um ano, entenda a seguir

Um vídeo está gerando grande indignação na internet. Ele foi filmado na última terça-feira (16) e mostra uma mulher jogando um cachorro em um bueiro.

Após o vídeo ter viralizado, a mulher foi localizada e teve que comparecer até o Centro Integrado de Operação de Segurança (Ciops) da cidade de Novo Gama em Goiás. Ela assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por maus tratos a animais e foi liberada em seguida.


Cadastre-se

“A mulher contou que foi por instinto maternal que ela jogou o cachorro, porque ele tinha avançado na filha dele, de um ano e dois meses de vida. Ela contou que tinha ganhado o animal há pouco tempo”, completou o comandante da Guarda Civil Municipal de Novo Gama, Iran Silva.

Em entrevista ao portal UOL, a mulher, que não quis se identificar, disse que agiu para proteger sua bebê de um ano. “Faria de novo para defender a minha bebê. Não me arrependo.”

Ela contou que o cachorro foi um presente do tio para a mulher e a doação ocorreu no último sábado (13). “Eu estava lavando louça, quando ouvi minha filha chorando. Ele a mordeu na perna, ficou marca e tudo. Fui tirar o cachorro de perto dela e ele me atacou. Foi na hora da raiva. Quem é mãe, sabe”, diz.

O caso acabou chegando ao conhecimento da polícia, que iniciou uma investigação. Segundo o delegado Paulo Trajano da 2ª Delegacia de Polícia, responsável pelo caso, a pena prevista em lei para maus tratos contra animais é pequena. Quem é condenado, pode pegar três meses a um ano de cadeia.

A suspeita compareceu à delegacia da cidade e assinou um termo circunstanciado, ainda na terça-feira, se comprometendo a comparece a uma audiência judicial. “O clamor da população é alto para aumentar a pena. O fato é triste, chato. Mas acontece sempre, infelizmente. Aqui na delegacia, ela assumiu um compromisso de comparecer ao Juizado Especial Criminal, de Novo Gama. No Ministério Público vão decidir qual será a penalidade para esse ato”, afirmou o delegado.

O cachorro já foi adotado por uma vizinha. A aposentada Juraci Pereira, de 70 anos, vizinha da suspeita, adotou o animal. Ela disse não acreditar na hipótese do cão ser violento, como disse a antiga dona.

“Ele nem late. É carinhoso, brinca demais, bastante sapeca. Acho uma judiação jogar no bueiro. Se não queria ficar mais com o cachorro, era só dar pra outra pessoa. Não precisava fazer isso”, conta a vizinha.

Veja mais

kate middleton usa vestido de grávida lindo e polêmico

Deixe uma resposta

Comentários