Safadão desabafa após ex não deixá-lo levar filho pra conhecer Neymar

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Instagram – Confira o que o cantor Wesley Safadão disse e entenda este caso que envolveu até a justiça

O cantor Wesley Safadão irá cantar na festa do jogador Neymar em Paris, mas não pode levar o filho Yhudy

O cantor Wesley Safadão fez um longo desabafo nas redes sociais nesta segunda-feira (04/02). Ocorre que o cantor irá se apresentar na festa de 27 anos do jogador Neymar Jr em Paris na França que será também nesta segunda-feira. E ele planejava levar seu filho mais velho, Yhudy, juntamente com sua esposa Thyane Dantas e os outros dois filhos, Ysis, quatro anos, e Dom, quatro meses, para a capital francesa.

Ele relatou que estava especialmente animado para levar Yhudy ao aniversário de Neymar porque o menino é fã do jogador e também de outros craques do clube francês no qual ele joga. Porém, de acordo com ele, sua ex-mulher Mileide Mihaile não autorizou a viagem do filho para Paris.

Links Patrocinados

O cantor também relatou que inicialmente ela autorizou a viagem, mas depois mudou de ideia. Ele ainda contou que chegou a entrar na justiça e conseguiu uma autorização para levar o filho para a viagem, mas que mesmo assim Mileide não deixou o menino ir. No final, Thyane viajou na sexta-feira com os dois filhos, Ysis e Dom, e sem Yhudy. O cantor chegou em Paris nesta segunda-feira.

O cantor disse o seguinte sobre a situação: “Na semana passada eu recebi um convite para participar do aniversário do Neymar e nós teríamos ver se dava a logística para chegar aqui e foi quando eu vi a possibilidade de trazer minha família e principalmente o Yhudy que é fã dos jogadores, do Neymar, do Mbappe…eu já tinha definido com a mãe do Yhudy a agenda de fevereiro e esse contato é através da minha advogada com a dela e pra trazer o Yhudy eu precisaria inverter os finais de semana, a Thyane viajaria no sábado, como viajou, e ia trazer a família toda, Yhudy, Ysis, Dom, minha sogra veio também. A gente não conseguiu contato de imediato, a resposta começou a demorar, tinhas voos pra marcar, passagens, sabe como demora, eu tinha o limite de terça a noite e depois consegui prorrogar pra quarta. Eu pedi para tirar a passagem de todos, quando deu na terça-feira a noite, ele estava querendo falar com a mãe para saber se seria possível ou não, foi quando ele me falou: ‘pai, falei com a minha mãe, ela disse que poderia ir sim’. Ela mandou um áudio no Whatsapp para ele falando que ele iria sim. Isso foi de terça para quarta dessa semana que passou.  Quando foi na quarta-feira que ela foi pegar ele na escola, eu soube que ela não ia autorizar ele a viajar”.

Links Patrocinados

Ele continuou e afirmou: “Eu falei com minha advogada, falei com outras pessoas, outro advogado meu, e ele falou: ‘olha, existe outra forma de você explicar para a justiça que foi de última hora e talvez a justiça possa autorizar você a viajar com o Yhudy’. E eu falei: ‘ahn quero tentar’. Entrei na justiça, tudo muito rápido, já era quinta-feira e a Thyane viajaria sexta com os meninos. E na justiça a gente conseguiu autorização para que o Yhudy viajasse com a gente e teria que ir com o oficial de justiça. Eu disse que não precisa disso, já estamos com a autorização, eu vou pedir para o meu motorista ir lá, ele pega o Yhudy na escola e a gente viaja. Meu motorista foi lá pegar o Yhudy na escola com a autorização da justiça e quando  viu a Mileide, ela perguntou o que ele estava fazendo aqui e ele disse que veio pegar o Yhudy, mostrou a autorização. Ai ela falou alguns nomes, comigo, citou alguns nomes que não precisa ser dito e perguntou se ele ia pegar ele a força e ele falou que não. E ela se negou diante da autorização que nós tínhamos e foi quando eu falei com meus advogados e eles falaram que precisava mandar um oficial ir buscar e eu falei que não precisava de polícia”.

Safadão concluiu o desabafo dizendo: “Eu tentei o que pude para trazer ele para essa viagem, para que ele pudesse realizar esse sonho, mas eu não quero envolver polícia e também estava muito em cima, até daria tempo, mas a gente não quis chegar a esse ponto. Eu tentei levar o Yhudy. Enfim, vamos pra frente, era uma coisa que eu não queria compartilhar com vocês, mas para que isso não se propague de forma errada, o que foi feito foi isso. Não teve polícia, infelizmente tentamos da forma mais simples e tivemos que ir para a justiça”.

Thyane também se manifestou sobre este assunto em suas redes sociais: “ Wesley recebeu um convite para tocar na festa do Neymar e compartilhou comigo, com os filhos, principalmente com o Yhudy que é fã e ficamos todos felizes e programamos essa viagem. O Yhudy ficou de falar com a mãe porque no caso esses dias ele iria estar com ela para pedir autorização para viajar e no primeiro momento ela respondeu para o filho, ele ainda estava com a gente, que ia poder ir. E assim foi feito, compramos passagem, hotel, enfim. Isso aconteceu na terça-feira e na quarta o Yhudy ia para a casa da mãe dele e a partir de quarta a gente não teve mais resposta de lá. O  Wesley procurou com os advogados dele uma saída para levar o filho pra viagem, até que saiu a decisão da justiça e foi autorizada a viagem dele. Essa autorização foi repassada para os advogados da outra parte e mais uma vez silêncio total. O motorista conseguiu localiza-los, ela recebeu em mãos a autorização, falou absurdos contra Wesley, a criança presenciou e no resumo o motorista não ia obrigar ninguém, recuou e foi embora. O que o Wesley podia fazer ele fez, mas não cabe só a nós, ele não ia envolver polícia nisso. De fato o Yhudy tem feito muita falta nessa viagem, mas novas oportunidades virão e em um futuro próximo se Deus quiser”.

A esposa do cantor ainda rebateu as acusações de que quer o papel de mãe de Yhudy. “Eu acho que algumas pessoas precisam de fato sustentar essa mentira que eu quero ser mãe, que eu quero mandar, para justificar a maldade, só pode”.

Mileide Mihaile ainda não se manifestou sobre este assunto.

Comentários

Links Patrocinados