Atriz famosa abre o jogo e fala sobre sua bebê com Síndrome de Down

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Instagram – Confira o que a atriz disse sobre sua bebê com Síndrome de Down

“A minha visão sobre maternidade mudou completamente quando minha bebê nasceu”, disse a atriz

A atriz Caterina Scorsone, que faz sucesso na série norte-americana Grey’s Anatomy,  falou sobre sua bebê de dois anos que tem Síndrome de Down. Em um podcast sobre maternidade chamado Motherly, Caterina falou sobre sua pequena Paloma Michaela. A bebê é sua segunda filha.

Caterina revelou que assim que recebeu o diagnóstico de Síndrome de Down da filha ficou sem saber como iria educar a fofa Paloma. “Inconscientemente, eu achava que meu trabalho como mãe era preparar meus filhos para sobreviver neste mundo competitivo. Eu entrei em parafuso inicialmente, não sabia como agir.  Mas então eu percebi que meu trabalho como mãe é amá-la e protege-la e isso me fez até repensar sobre a maneira como eu amava as outras pessoas, inclusive minha outra filha”, contou Caterina.

Links Patrocinados

Ela então disse: “Eu vi que estava amando minha filha mais velha, Eliza, por suas qualidades. Eu amava Eliza porque ela era inteligente, bonita, engraçada… mas tudo isso eram qualidades externas. Assim que eu recebi o diagnóstico da Paloma eu sabia muito pouco sobre Síndrome de Down. Então, pensei: ‘eu não sei se ela será esperta, se será engraçada’. Claro que hoje em dia eu sei que tudo isso é bobagem, minha filha é sim esperta e engraçada e linda. Mas, na época eu sabia muito pouco sobre Síndrome de Down”.

Ela então continuou e afirmou: “Então, quando recebi o diagnóstico de que minha filha tinha Síndrome de Down, eu percebi que estava amando minha outra filha e todas as outras pessoas pelos motivos errados. Eu amava aquelas pessoas por qualidades externas e não por sua essência”.

Links Patrocinados

Por fim, a atriz falou sobre o desenvolvimento de sua bebê com Síndrome de Down e a relação dela com a irmã mais velha. “Tudo que a Eliza realmente pensa sobre a irmãzinha é que ela tem sorte porque vai ser bebê por mais tempo. Elas têm uma relação semelhante a de outras irmãs. O desenvolvimento da Pamela realmente é mais devagar, no ritmo dela. Até mesmo seus dentinhos estão demorando mais para nascer. Isto ocorre por causa de algumas outras mudanças que vêm junto com o cromossomo a mais. Ela está se desenvolvendo mais devagar, mas está se desenvolvendo. Ela atinge os marcos do desenvolvimento, a única diferença é que faz isso no ritmo dela”, concluiu a mamãe famosa.

Foto: Reprodução Instagram – A atriz com sua bebê, a filha mais velha e o marido

Foto: Reprodução Instagram – A fofíssima Pamela ensinou muito para sua mamãe famosa

Comentários

Links Patrocinados