Polícia descobre que menino foi vítima de estupro após ver seu desenho

Por: Bruna Romanini



Foto: Reprodução

Um enfermeiro da Unicamp foi preso após o menino ter feito um desenho para o delegado

Um enfermeiro da Unicamp foi preso na manhã de segunda-feira, 7. Ele é suspeito de ter estuprado duas crianças. O homem trabalha no Hospital das Clínicas da Unicamp em Campinas, interior de São Paulo.

As vítimas são dois irmão com 9 e 6 anos e o criminoso é um homem de 52 anos, que era vizinho dos meninos. A prisão ocorreu após o irmão mais novo ter feito um desenho e uma carta para o delegado.

Cadastre-se

No papel enviado ao delegado há o desenho de uma viatura da polícia e um pedido ao delegado para que o homem fosse preso. Os envolvidos moram em Paulínia, bairro de classe média no Jardim Europa. “Essa carta veio com um parecer técnico, foi elaborada na presença de uma psicóloga particular procurada pela família dos meninos em abril. Eles confirmaram tudo. A carta foi endereçada a mim,  contou o delegado Rodrigo Luis Galazzo.

No texto, o menino escreveu: “Eu quero que o xxx seja preso para sempre. Para o delegado. Assinado xxx”.

Um primo das vítimas também teria sofrido abuso sexual do mesmo vizinho quando tinha 15 anos, segundo informações da polícia.

Por se tratar de um crime hediondo, o suspeito foi submetido a uma prisão temporária de 30 dias, enquanto as diligências estão em andamento. O Hospital das Clínicas informou que o enfermeiro estava afastado do cargo por uma licença.

Veja mais

Comentários





Veja mais