Polícia revela como está menina mantida em armário por 6 anos e choca

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Polícia de Dallas – Entenda o triste caso desta menina e suas terríveis consequências

Após sofrer abusos terríveis na infância, Lauren Kavanaugh acaba de ser presa por abusar de uma menina

Em junho de 2001 um caso chocou o mundo inteiro. Trata-se da história da menina Lauren Kavanaugh, ela foi resgatada pela polícia quando tinha apenas oito anos de idade. Lauren foi retirada de um armário por onde havia sido mantida dos dois aos oito anos de idade por sua mãe biológica, Barbara Atkinson e pelo padrasto Kenny Atkinson.

Durante o período em que foi mantida em cativeiro, Lauren praticamente não era alimentada, era obrigada a usar fraldas e sofria torturas e abuso sexual.

Links Patrocinados

Quando foi resgatada, Lauren apresentava um atraso intelectual, estava muito desnutrida e tinha queimaduras de cigarro em todo o corpo. Ela tinha oito anos, mas não sabia sentar em uma cadeira, não sabia pegar em um lápis e muito menos conhecia o alfabeto.

Após seu resgate, Lauren voltou a ser criada por sua mãe adotiva. A mãe adotiva havia criado  Lauren até um ano e oito meses de vida quando foi obrigada a devolvê-la para a mãe biológica, Barbara. Isto porque Barbara alegou que havia se arrependido de ter dado a filha para adoção.

Links Patrocinados

A mãe biológica de Lauren e o padrasto foram condenados à prisão perpétua e estão presos no momento.

Menina cresceu, mas traumas continuaram

Hoje Lauren tem 25 anos e já passou por uma série de tratamentos psicológicos. Mas, infelizmente, os traumas do passado continuam e tiveram terríveis consequências. Na última quinta-feira (20/12), a polícia do estado do Texas nos Estados Unidos, onde Lauren vive, revelou que ela acaba de ser presa por abusar sexualmente de uma adolescente de 14 anos.

A adolescente relatou para a polícia que mantinha relações sexuais com Lauren há meses. Ao ser interrogada pela polícia sobre o assunto, Lauren confirmou que mantinha relações sexuais com a adolescente.

As duas se conheceram em uma página no Facebook que falava sobre a história de Lauren e na qual ela supostamente ajudaria vítimas de abuso sexual infantil. A página já foi desativada.

A polícia suspeita que podem haver mais vítimas e pede que aos pais falem com seus filhos, caso eles tenham tido algum contato com Lauren pela internet.

Em uma das poucas entrevistas que concedeu em 2013 ao Dallas Morning News, Lauren chegou a falar sobre sua luta para não repetir os mesmos erros de sua mãe biológica e de seu padrasto. “Espero um dia ter uma vida normal. É claro que a minha vida nunca foi normal. Eu não quero ser como os meus pais. Esse é o meu foco. Eu tenho medo de virar o que eles eram, porque todos os dias eu sinto isso. Eu tenho aquela raiva dentro de mim como a minha a mãe”, disse a jovem.

Foto: Reprodução Polícia de Dallas – O armário onde a menina Lauren foi obrigada a viver dos dois aos oito anos de idade

Foto: Reprodução Polícia de Dallas – A mãe biológica de Lauren, Barbara Atkinson , está presa

Foto: Reprodução Polícia de Dallas – O padrasto de Lauren, Kenny Atkinson, está preso também

Foto: Reprodução Polícia de Dallas – Lauren aos 25 anos após ter sido presa por abusar sexualmente de uma adolescente

Comentários

Links Patrocinados