Polícia revela quem é o suspeito de matar mãe e justiça toma decisão sobre bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Facebook/ Reprodução G1

Juliana Jovino e a filha de dois anos desapareceram na véspera de Natal em Sorocaba, interior de SP

Um triste caso ocorreu em Sorocaba no interior de São Paulo. A mãe Juliana Jovino, 24 anos, e sua bebê de dois anos desapareceram na véspera do natal. A bebê foi encontrada sozinha abraçada a uma árvore na manhã de segunda-feira (25) por moradores do bairro Jardim Eldorado em Sorocaba.

Já Juliana foi encontrada morta na represa de Itupararanga em Votorantim, cerca de 20 km de distância de onde sua filha estava. A mãe foi encontrada na tarde do dia 25. Saiba mais aqui.

Cadastre-se

Agora, a Polícia Civil de Votorantim (SP) irá investigar o namorado de Juliana. De acordo com a polícia, o namorado de Juliana teria sido a última pessoa a ter contato com a jovem em uma festa de natal.

A família da vítima e a conselheira tutelar que abrigou a criança já foram ouvidos na delegacia. O rapaz deve ser intimado a depor nesta semana em Votorantim.

De acordo com relato de parentes, a vítima alegou apenas que iria na casa de uma amiga no Jardim Itanguá, em Sorocaba. No entanto, moradores acionaram a polícia e informaram que na represa de Votorantim tinha o corpo de uma mulher ruiva aparentemente apenas com roupas íntimas.

Ainda segundo a PM, não havia marcas de agressão. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e será sepultado em Sorocaba na tarde desta terça-feira (26).

Bebê ainda não está com a família

O morador que recolheu a menina, a alimentou e limpou antes de acionar a PM e a Guarda Civil Municipal. Em seguida, o Conselho Tutelar encaminhou a criança para o plantão policial da zona norte. A menina comoveu os moradores do bairro, que lhe presentearam até com uma boneca.

A família da criança foi localizada após as fotos dela serem compartilhadas nas redes sociais. No entanto, a menina permanece em um abrigo e só deve ser entregue aos parentes por ordem judicial.

Veja mais

Comentários





Veja mais