Chegada do irmão: como estreitar vínculos

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Confira atitudes que ajudam a aproximar o irmão mais velho do mais novo e como prevenir e lidar com os ciúmes

Você está grávida ou teve seu segundo bebê faz pouco tempo? A chegada bebê afeta o irmão mais velho. Por isso, é importante prepara-lo para isso desde a gestação, saber como apresentar o novo membro da família ao primogênito e como lidar com o ciúme que pode ocorrer. A seguir confira dicas da educadora infantil Adriana Sacomani do Colégio Nossa Senhora do Morumbi de como lidar com cada uma dessas situações:

O irmão mais velho e o bebê na barriga

Cadastre-se

De forma bem carinhosa, conte ao filho mais velho que ele ganhará um irmão ou irmã e, ao mesmo tempo, um amigo que conforme for crescendo irá brincar com ele. “Conforme a barriga for aparecendo vá contando que o bebê está crescendo dentro barriga da mãe e que já é possível o bebê escutar tudo o que acontece ao seu redor. Convide a criança para conversar e chamar o irmão. Nesses momentos, se for possível, mostre a criança que a barriga se mexe quando ouve a voz da família, deixe que seu filho passe creme em sua barriga para fazer massagem no bebê e na mamãe, explicando que o bebê já sente o carinho do irmão”, orienta Adriana Sacomani.

Conhecendo o irmão mais velho

Quando o irmão mais velho for conhecer o recém-nascido uma estratégia pode ser muito útil. “Ainda na maternidade ter uma lembrança do bebê para seu irmão mais velho e que ele também leve uma para o irmão que acaba de nascer. Importante: bebês não compram presentes. Então, os responsáveis podem dizer que compraram um presente para o irmãozinho entregar ao irmão mais velho e vice-versa”, explica Adriana Sacomani.

Quando chegar em casa mais algumas atitudes são interessantes para estreitar os vínculos entre irmãos. “Evidencie para o irmão mais velho que ele já dorme em uma cama e que o bebê dormirá em um berço e que ele ensinará muitas coisas para o bebê, pois já faz muitas coisas que o irmão recém-chegado ainda não pode fazer. Na medida do possível e, dependendo da idade do irmão mais velho, deixe que ele participe, junto aos adultos, dos cuidados com o bebê, como por exemplo: pegar a fralda, a pomada e enxugar as mãos ou pés do bebê, após o banho”, orienta Adriana Sacomani.

Como prevenir os ciúmes

Para prevenir os ciúmes do irmão mais velho evidencie a ele que já é capaz de pegar uma fralda, uma pomada e ajudar a mamãe a dar banho. “São atitudes que fazem com que o irmão mais velho se sinta participativo e importante nesses momentos de cuidados essenciais para o bebê, os quais acontecem diariamente. Aproveite enquanto o bebê dorme para dar uma atenção mais direcionada ao filho mais velho: jogar um jogo especial, fazer um bolo juntos, um passeio especial (entre uma mamada e outra), assistir ao filme preferido, fazer uma pipoca, enfim, escolher uma atividade que goste muito de fazer junto com a família”, destaca Adriana Sacomani.

Saiba que esses momentos são especiais e fazem com que o irmão mais velho perceba que ainda é possível ter atenção exclusiva mesmo que agora tenha que se adaptar à nova rotina, principalmente aprender a dividir o mesmo espaço.

Como lidar com os ciúmes

Uma boa conversa evidenciando o bom comportamento do filho mais velho funciona bastante. “Mostrar-lhe o quanto é bom estar crescido, evidenciar o que já consegue fazer, como: tomar leite no copo, comer sozinho, colocar os sapatos, utilizar o banheiro (se for o caso), escovar os dentes, pedalar, falar etc. Medir o irmão mais velho com um barbante e o irmão mais novo, mostrando como ele já é bem maior e como está crescendo, também é um bom caminho para acolhê-lo nesta adaptação da chegada do novo integrante da família”, orienta Adriana Sacomani.

Veja dicas de como o pai pode estreitar vínculos com o bebê aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários