Dicas para proteger o bebê do barulho dos fogos de artifícios

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Veja o que fazer e o que evitar na hora na hora de proteger seu bebê dos fogos de artifícios

Ano novo, festas juninas e outras comemorações costumam vir acompanhadas de fogos de artifício. Apesar de terem um efeito muito bonito, o barulho dos fogos é um grande problema para os bebês. “Os bebês são mais sensíveis a barulhos, principalmente os menores de seis meses. Além disso, eles sentem medo deste som desconhecido”, explica a pediatra Flavia Oliveira, da Clínica MedPrimus.

Outra questão é que há o risco dos fogos de artifício prejudicarem a audição. “O barulho dos fogos em si não causa mal desde que esteja a uma distância segura do ponto de origem e que o tempo de exposição não seja prolongado. A recomendação é que a exposição ao som alto não ultrapasse 85 dB por 8 horas diárias, um barulho de fogos de artifício pode atingir 120 dB podendo levar a perda auditiva”, alerta Flavia Oliveira.

Cadastre-se

Por isso, um dos principais cuidados com seu bebê em relação aos fogos de artifício é se afastar o máximo possível do barulho, ou seja, do local onde os fogos foram disparados. “Os fogos de artifício costumam ser súbitos e podem levar a lesões na audição que se estendem pelo resto da vida. Por isso o bom senso é fundamental, não somente em relação às crianças, mas também aos adultos”, conta Flavia Oliveira.

Para reduzir ainda mais o barulho, os protetores auriculares de silicone são os mais indicados. O uso de algodão não é orientado, pois há o risco de alguns pedacinhos do algodão ficarem esquecidos no ouvido do bebê.

Caso seu bebê se assuste com os fogos de artifício, é importante pegá-lo no colo para que se sinta acolhido e protegido e se possível se afastar ainda mais do local onde os fogos estão sendo disparados. Veja mais algumas dicas de como acalmar seu bebê aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários