‘Perdi minha bebê porque uma visita não lavou as mãos ao segurá-la’, alerta pai

Por: Bruna Romanini

Foto: Reprodução Facebook – Confira o relato e o importante alerta do pai desta bebê

Confira a seguir o desabafo e o importante alerta do pai Jeff Gober após perder sua filha com três semanas de vida

O pai Jeff Gober decidiu fazer um importante alerta em suas redes sociais após sofrer sua perda mais difícil. A filha de Jeff, a pequena Mallory, faleceu após contrair o vírus da herpes simplex, conhecida como herpes labial.

Mas conforme Jeff relatou, ela não entrou em contato com ninguém que estava com o vírus da herpes ativo nos lábios e também não foi beijada por outras pessoas. Segundo o pai, a pequena acabou contraindo o vírus após o contato com alguém que não lavou as mãos. O alerta de Jeff viralizou nas redes sociais e já teve mais de 46 mil compartilhamentos. Confira o relato de Jeff a seguir:

Cadastre-se

“Tem sido bem silencioso desde a morte de Mallory. Eu demorei um mês para conseguir escrever sobre isso, mas se algum bem puder vir de tudo isso e evitar que ocorra com outros, então eu quero fazer um esforço e falar sobre o que aconteceu.

Se você tem um bebê novo ou terá que cuidar de um bebê novo, lave suas mãos, MUITO!

Se alguém quer segurar o seu bebê, garanta que a pessoa lavou as mãos primeiro! E depois faça com que lave as mãos de novo!

Herpes Simplex Virus-1, mais comumente conhecido como o vírus por trás da herpes labial , é algo extremamente comum. A Organização Mundial de Saúde estima que 67% dos humanos estão infectados com este vírus.

Para piorar, a maioria das pessoas que estão infectadas nunca mostram sintomas e provavelmente nem sabem que tem a doença. E para recém-nascidos o herpes provavelmente é fatal, como ocorreu com Mallory.

Você pode achar que é fácil de diagnosticar. Provavelmente alguém com o vírus da herpes ativo beijou a minha filha né? Mas a Mallory nunca teve o contato com uma pessoa que tivesse este vírus ativo. Nunca. E não deixávamos as pessoas beijá-la.

Mesmo assim, ela pegou o vírus da herpes com uma semana de vida e nós tivemos que ver ela morrer lentamente durante duas semanas.

Mallory não tirava as mãozinhas da boca e estava constantemente chupando os dedos, então o mais provável é que o vírus chegou até suas mãos após alguém ter entrado em contato com ela sem lavar as mãos, mesmo sem estar com o herpes ativo.

Na primeira semana ela não teve sintomas a não ser uma febre alta e quando as feridinhas apareceram já estava tarde demais para os remédios fazerem efeito.

Considerando que mais da metade da população mundial tem este vírus, nós não entendemos como tão poucos bebês a contraem ou por que nossa linda Mallory teve tanto azar.

Por favor, se você está lendo isso, seja ainda mais cuidadoso em relação a lavar as mãos quando estiver perto de um recém-nascido. Falando estatisticamente, você provavelmente tem o vírus da herpes, sabendo ou não”.

Lavar as mãos antes de entrar em contato com o bebê é algo muito importante não apenas por causa do vírus da herpes, mas também devido à uma série de outros vírus e bactérias. “O sistema imunológico do bebê ainda é muito imaturo. E nós temos sujeiras nas nossas mãos e não podemos esquecer que até pouco tempo atrás o bebê morava em um ambiente totalmente estéril que era o útero”, explica o pediatra Tadeu Fernandes, membro da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Veja mais

Comentários





Veja mais