Vacina BCG: para que serve, reações e cicatriz

Por: Bruna Romanini

Vacina BCG

Foto:  Reprodução – Esclareça suas dúvidas sobre a vacina BCG

Tire suas dúvidas sobre a vacina BCG que é essencial para a saúde do bebê

A vacina BCG é uma das primeiras vacinas que o bebê irá tomar. Esclareça todas as suas dúvidas sobre ela a seguir:

O que é a vacina BCG?

A vacina BCG é muito importante para a saúde do bebê. “Isto porque protege contra a tuberculose, doença que ainda tem grande incidência no Brasil”, explica a pediatra Denise Bedoni, do Hospital Leforte.

Cadastre-se

Esta vacina possui em sua composição o bacilo de Calmette-Guérin , que inclusive foi o que deu origem ao nome BCG. Este bacilo é obtido por meio da atenuação (enfraquecimento) de uma das bactérias causadoras da tuberculose. A composição desta vacina ainda é completa com o glutamato de sódio e a solução fisiológica (soro a 0,9%).

O que a vacina BCG previne?

A vacina BCG protege os pequenos contra a tuberculose, principalmente contra as formas mais graves de tuberculose, como tuberculose miliar e meningite tuberculosa.

Quando tomar a vacina BCG?

A recomendação é dar a vacina BCG no bebê ao nascer. Porém, pessoas que não tomaram esta vacina ao nascer, podem toma-la de rotina até os cinco anos. Pessoas de qualquer idade que estão convivendo com portadores de hanseníase e estrangeiros não vacinados que estejam de mudança para o Brasil também devem tomar a vacina.

a vacina bcg

Foto:  Reprodução – A vacina BCG é essencial para a prevenção da tuberculose

Quantas doses deve-se tomar da vacina BCG?

A vacina BCG é de dose única. Ou seja, ela só deve ser aplicada uma vez!

Onde a vacina BCG é aplicada?

A vacina BCG geralmente é aplicada com uma injeção no braço direito.

Vacina BCG dá febre?

Geralmente a vacina BCG não causa febre nos bebês.

Reações à vacina BCG?

A vacina BCG pode causar algumas reações. Uma delas são gânglios e abscessos na pele e axilas. De acordo com o Ministério da Saúde, os gânglios acontecem em cerca de 10% das pessoas vacinadas.  Além disso, o bacilo desta vacina pode se disseminar pelo corpo e levar a lesões em diferentes órgãos. Diante de qualquer reação adversa a esta vacina é importante comunicar um médico.

Existe uma reação à vacina BCG que ao contrário das outras, é esperada e representa inclusive a eficácia da vacina. Saiba mais sobre ela abaixo.

Marquinha da vacina BCG

A vacina BCG se caracteriza por uma reação no braço do bebê que ocorre de duas semanas a três meses após a injeção ter sido tomada. Trata-se de um nódulo avermelhado que ocorre no lugar em que a vacina foi dada e logo vira uma feridinha. Após isso, forma-se uma casca, que irá cair e virar uma cicatriz. “Esta marca é importante porque com o aparecimento da cicatriz há o sinal de que houve a resposta imunológica e, assim, a defesa do organismo”, diz Bedoni.

A marquinha pode demorar até seis meses para aparecer. Ela costuma ter até um centímetro de diâmetro. Se esta marquinha aparecer muito maior do que 1 cm ou demorar demais para cicatrizar, é importante conversar com um médico sobre o assunto.

Caso a marquinha não apareça, isto pode acontecer por dois possíveis motivos. Um deles é que ocorreu uma falha vacinal, isto pode acontecer com 5% dos vacinados. E o outro motivo é que a resposta à vacina aconteceu, mas ela foi discreta e mais difícil de identificar.

Em ambos os casos, é importante entrar em contato com um médico. Este profissional irá avaliar se é necessário tomar uma outra dose da vacina ou não. Para saber isto pode ser realizado um exame chamado PPD (Prova Tuberculínica Cutânea). Este teste irá mostrar se a vacina imunizou ou não o bebê que não tem a marca. Contudo, é preciso analisar com cuidado o resultado deste exame, pois se for positivo significa que a criança teve contato com a bactéria, mas isto pode ter ocorrido por meio da vacina ou da doença. Os pediatras precisam avaliar o bebê para descartar a hipótese da doença.

Foto:  Reprodução – Marquinha da vacina BCG durante o processo de cicatrização

Foto:  Reprodução – Marquinha da vacina BCG já cicatrizada

Cuidados antes e após a vacina BCG

Não são necessários cuidados antes da vacinação. Porém, após tomar a vacina BCG é importante que no local da vacinação não sejam colocados produtos, curativos ou medicamentos.

Quando não é orientado tomar a vacina BCG

A vacina BCG não é recomendada em algumas situações. Ela não é orientada para pessoas imunodeprimidas e também para recém-nascidos cujas mães utilizaram ao longo da gestação remédios que possam causar imunodepressão no filho. Bebês prematuros também não devem tomar esta vacina até atingirem 2 kg.

Veja mais

turma da monica fraldas

Comentários





Veja mais