Descoberto nutriente capaz de prevenir autismo nos bebês

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Quando ingerido durante a gravidez este nutriente ajuda na prevenção do autismo

Foi descoberto um novo nutriente importante para as gestantes. Trata-se da carnitina que é capaz de proteger o bebê de um tipo de autismo de acordo com um estudo publicado na revista científica Cell Reports.

A carnitina contribui para o transporte de ácidos graxos para as mitocôndrias, o compartimento no interior das células que converte estes ácidos graxos em energia. Estudos anteriores demonstraram que as mutações herdadas em um gene necessário para a biossíntese da carnitina estão fortemente associados com o risco para o desenvolvimento de transtornos do espectro do autismo, mas a base para esta associação tem sido pouco clara até agora.

Cadastre-se

As últimas descobertas deste novo estudo apontam que defeitos genéticos na capacidade do corpo de produzir carnitina pode estar associada com um risco aumentado de autismo porque a deficiência de canitina interfere no processo normal no qual células-tronco neurais promovem o desenvolvimento do cérebro fetal.

A carnitina é produzida pelo organismo e também pode ser consumida. É essencial que as gestantes invistam nas fontes de carnitina. As principais fontes de carnitina são as carnes vermelhas (carne bovina, carneiro e cordeiro), peixes, aves e leite (especialmente o integral). Os alimentos de origem vegetal possuem baixas quantidades de carnitina. Caso as gestantes tenham o gene do autismo, a suplementação de carnitina pode ser necessária. Veja outras vitaminas importantes para as gestantes aqui. 

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários