Pesquisa alerta para risco de alimentar o bebê com arroz

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Estudo feito com 759 bebês descobriu altas concentrações de arsênico na urina daqueles que comeram arroz

Arroz é um dos produtos mais consumidos pelos brasileiros e, claro, é um dos primeiros alimentos que os bebês comem quando completam seis meses de vida. Porém, agora uma pesquisa publicada na revista científica Pediatrics alerta para o consumo deste alimento nos primeiros 12 meses de vida.
Isto porque os pesquisadores descobriram a presença elevada de arsênico no arroz fazendo com que os bebês que consumiram arroz nos primeiros 12 meses ficassem com maior concentração desta substância no organismo.

O estudo feito com 759 bebês descobriu que os pequenos que consumiram arroz nos primeiros 12 meses apresentaram uma concentração de arsênico duas vezes maior em suas urinas do que aqueles que não consumiram arroz.

Cadastre-se

Ainda há poucos estudos sobre os problemas do excesso de arsênico no organismo. Porém, algumas pesquisas já apontaram que o excesso de arsênico em bebês pode levar a problemas na imunidade e no desenvolvimento neurológico.

Converse com seu pediatra sobre se deve oferecer arroz ao bebê ou não.
Veja outros alimentos saudáveis que o bebê não pode comer aqui.

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários