Conselhos sobre criação do bebê que todo mundo dá, mas estão errados

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

Esses conselhos são repetidos à exaustão, mas podem até mesmo prejudicar a saúde do seu bebê

Desde a gravidez, as mães, especialmente as de primeira viagem, não param de ouvir uma série de conselhos. Porém, é importante ficar atenta. “Todo conselho vem com boa intenção, mas em alguns casos podem prejudicar a criança”, alerta a gastropediatra Mariana Deboni.

Por isso, selecionamos conselhos muito comuns que costumam ser dados às mamães, mas que estão errados e em alguns casos podem até mesmo prejudicar a saúde do bebê. Veja quais são eles:

Cadastre-se

O bebê precisa tomar banho todos os dias

De fato, moramos em um país que costuma ter muitos dias quentes e isto nos leva a tomar banhos diariamente. Porém, em dias frios, os banhos diários não são essenciais. “Se ele não transpirou em excesso ou não se sujou durante a troca de fraldas, você pode até não banhá-lo em um dia de frio”, orienta a gastropediatra Mariana Deboni. Porém, é interessante limpar as genitais, pescoço, pezinhos e mãozinhas com algodão e água no dia em que o banho não acontecer.

O bebê só dorme bem com total silêncio e no escuro

Esta orientação é um pouco exagerada. “O ideal é que o bebê seja exposto a luminosidade e barulhos normais da casa. Dessa forma a adaptação ao ciclo circadiano (dormir à noite e ficar acordado de dia) será mais fácil e rápida. Porém, ruídos e estímulos em excesso podem atrapalhar o bebê e torna-lo irritadiço”, diz Mariana Deboni.

Passe álcool no bebê com febre

Esta recomendação além de não ser correta ainda é perigosa. “O álcool pode causar irritação na pele sensível do bebê e o cheiro forte pode provocar mal-estar”, afirma Mariana Deboni.

Diante da temperatura alta do bebê você deve medi-la com um termômetro. Se estiver maior ou igual a 37,8 graus, significa que ele está com febre. “Nesses casos a criança deve receber o antitérmico na dose orientada pelo pediatra. Além disso, você pode ajudar colocando roupas leves, dar um banho morno ou fazer compressas com água em temperatura ambiente nas regiões mais quentes (pescoço, testa, axilas e virilha). Por fim, programe-se para fazer uma visita ao seu pediatra a fim de esclarecer o motivo da febre”, conta Mariana Deboni.

Ouvir música clássica aumenta o QI do bebê

Não há comprovação científica que música clássica aumente o Q.I. dos bebês. “A música compreende apenas um dos vários estímulos necessários para o desenvolvimento cognitivo adequado. Contudo, percebe-se que a indústria se aproveita desse conceito para vender produtos destinados ao público infantil”,constata Mariana Deboni.

“Não vá atender seu bebê assim que ele começar a chorar, se fizer isso ele vai ficar mimado”

Este conselho é muito comum entre as pessoas mais velhas. “Hoje, orientamos os pais a seguirem seus instintos e atenderem ao chamado de seus filhos. Bebês pequenos não têm capacidade de se acalmarem sozinhos e podem ter crises de choro que são difíceis de interromper”, observa Mariana Deboni.

Contudo, com o passar do tempo, a criança adquire habilidades para se manter calma (por exemplo: sucção do dedo ou chupeta) e dependem menos de estímulos externos para ficarem tranquilas.

É preciso acordar o bebê durante a noite para trocar a fralda dele

Não é necessário acordar o bebê durante a noite para a troca de fraldas. “Hoje em dia as fraldas descartáveis têm excelente qualidade e conseguem manter um bebê sem contato com a urina”, conta Mariana Deboni.

Contudo, se o bebê fizer cocô você deve realizar a troca, pois há o risco de assaduras caso as fezes fiquem em contato com a pele por tempo prolongado. Idealmente procure fazer uma troca de fraldas antes da última mamada. Claro que se o bebê acordar porque está com a fralda molhada, esta deve ser trocada.

Coloque o bebê para dormir de barriga para baixo

Esta orientação era dada antigamente, porém hoje em dia a recomendação segura é colocar o bebê para dormir de barriga para cima. “Essa posição está associada com uma redução de até 70% no risco de morte súbita. É considerada a postura mais estável para se dormir”, conta Mariana Deboni.

​“Seu leite materno é fraco ou insuficiente”

Este é um típico conselho ruim, saiba que o leite materno nunca é fraco. “O bebê mama em intervalos menores, pois a sua digestibilidade é melhor. Se o leite materno é insuficiente, somente o pediatra pode avaliar. Nesses casos, existem métodos para aumentar a produção láctea ou ajustes na técnica de amamentação”, destaca Mariana Deboni.

Use chá de picão em bebês com icterícia

Este conselho além de errado, é perigosíssimo. “Bebê com icterícia que persiste além do 14º dia de vida deve ser avaliado pelo pediatra e fazer exames para destacar uma doença grave chamada atresia das vias biliares. Nesses casos, o diagnóstico precoce é essencial e pode evitar ou postergar a necessidade de transplante de fígado”, alerta Mariana Deboni.

“Todo mundo fez desse jeito e ninguém morreu por causa disso”

As mães, especialmente as de primeira viagem, certamente já se cansaram de ouvir essa frase, porém muitas vezes ela pode ser usada para justificar uma atitude errada em relação à criação do bebê. “Se estiver na dúvida, pergunte ao seu pediatra”, afirma Mariana Deboni. 

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários