Assistir televisão e outras telas prejudicam cérebro do bebê

Por: Bruna Romanini

Foto: Getty Images

O alerta foi dado pela Academia Americana de Pediatria, que orienta que bebês só vejam TV após os 2 anos

A Academia Americana de Pediatria e muitos outros pediatras em todo o mundo têm sido enfáticos ao afirmar: bebês menores de dois anos não devem assistir televisão, brincar no celular ou tablets ou usar o computador. Ou seja, nada de telas para os bebês.

Muitos pais podem argumentar: “Ahn, mas meu bebê gosta tanto”. Porém, o fato é que ele não gosta. Os bebês podem até ficar olhando para a tela e suas cores brilhantes, porém, até os 18 meses de vida o bebê é incapaz de entender o que está se passando nestas telas.


Cadastre-se

Claro que, conversar com um parente distante pelo computador ou celular, não é um problema. A complicação está em assistir à um programa de televisão ou ficar brincando com alguns joguinhos.

Mas qual é o problema?

De acordo com a Academia Americana de Pediatria (AAP), as últimas pesquisas têm apontado que expor o bebê a muita televisão, celular, entre outras telas, contribui para o atraso da fala, faz com que no futuro a criança tenha maior dificuldade de alfabetização e também tenha problemas de memória. Até mesmo o sono e a capacidade de prestar atenção podem ser afetados por muito tempo de televisão.

Os pediatras da AAP resumiram a questão com o seguinte exemplo: “Se você é o que você come. Então, o seu cérebro é o que você vivencia, e a televisão e o celular seriam como ‘fast food’ para o cérebro do bebê.

O problema não está somente na atividade assistir televisão ou brincar com o celular ou tablet, o problema está também no que o bebê deixa de fazer quando está vendo televisão. Isto porque é essencial para o bom desenvolvimento do bebê que ele interaja o máximo possível com pessoas e não com telas.

E se não for possível interagir com seu bebê. Saiba que ele aprende muito mais brincando sozinho com seus brinquedos do que assistindo televisão ou no celular.

Para se ter uma ideia, os pais falam cerca de 940 palavras por hora com um bebê quando a televisão está desligada, mas se a televisão estiver ligada, mesmo que ninguém esteja assistindo, o número de palavras cai para 770! E menos palavras trocadas com o bebê significam menos aprendizado.

Por isso tudo isso, lembre-se: nada de televisão para bebês menores de 2 anos. E mesmo após os dois anos, a orientação da AAP é que os pequenos vejam apenas uma hora de televisão por dia até os cinco anos de vida.

Fonte consultada:

Academia Americana de Pediatria

Veja mais

Deixe uma resposta

Comentários